sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

poema ainda sem título [outro]

[poema ainda sem título]
Você me perguntou
Se eu penso em morrer ou me matar
E eu não hesitei em responder
Que não há um dia em que eu não pense nisso
Todos os dias penso em cair fora daqui -
Cair fora daqui de uma vez por todas!
Eu penso muito nisso, eu penso muitíssimo nisso
Se é o que você quer realmente saber de verdade!
Se bem que eu gostaria mesmo é de morrer de tanto beber
Mas ainda não cheguei ao ponto certo
(ou eu desmaio antes ou sempre tem alguém pra me parar!).
Não precisa se torturar pensando nisso:
Eu faço isso por nós dois!
Não precisa mais se preocupar com isso:
Eu já deixei de me preocupar comigo
e se as pessoas ainda se preocupam mais ou não!
Pode chamar de egoísmo
Pode chamar do que quiser!
Que eu vou continuar gostando de você por seres legal comigo do jeito que você é!
Eu me sinto castigado pela vida por ainda demorar a decidir se devo amadurecer ou não...
Eu me sinto realmente e estou realmente frustrado
Por ainda não ter conseguido e sempre ter falhado miseravelmente todas as vezes em que tentei
Então por isso, meu anjo, não se admire se eu re-encontrar minha auto-estima
Somente no rock'n'roll, na literatura e na bebida.
Eu não vivo pra beber, mas beber também me faz seguir em frente
Nem que seja caindo e levantando, aos trancos e barrancos, vomitando e desmaiando.
Eu devo me desculpar por ser honesto com você/
Eu deveria te pedir para não chorar lendo isso
(porque eu acho que você vai chorar ou já está chorando)?
Esse sou eu de verdade: ame ou deixe.
Só pra terminar:
Eu respeito de verdade o que você sente por im (seja lá o que seja)
Mesmo não sentindo
Mesmo não sentindo mais isso por mim mesmo.

:: :: :: para Anne Rose Aragão :: :: ::
:: :: :: escrito em 27 de fevereiro de 2008 :: :: ::

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

texto: A MORTE

[o texto abaixo foi retirado – com algumas alterações óbvias – da segunda edição do livro Filosofando: introdução à filosofia, das professoras Maria Lúcia de Arruda Aranha e Maria Helena Pires Martins, da Editora Moderna, no ano de 1993.
A verdade é que eu coloquei este texto aqui é porque tenho pensado muitíssimo no assunto MORTE em si. Depois de uma conversa via MSN com a Ann (Anne Rose Aragão), eu tenho pensado muito, muito mesmo nisso – tanto quando eu era adolescente ou quando certa pessoa me deixou. Não que seja culpa da Ann, porque não é!!!, mas eu estava pensando mesmo nisso por causa da prova da UFPa e por outros motivos, mas... eu não sei...
Bem, eu já falei muito de morte neste blog – vide postagens como (Des)Casos de Família, Baluartes Juvenis, entre outras que não estou lembrado agora...
Mas enquanto isso, enjoy!]


A MORTE

Quem ensinasse os homens a morrer, os ensinaria a viver.
– Montaigne

O que se tornou perfeito, inteiramente maduro, quer morrer.
– Nietzsche

Só há um problema filosófico verdadeiramente sério: é o suicídio. Julgar se a vida merece ou não ser vivida, é responder a uma questão fundamental da filosofia.
– Camus

01 . A morte como enigma
A morte é o destino inexorável de todos os seres vivos. No entanto, só homem tem consciência da própria morte. Por se perceber finito, o homem aguarda com ansiedade o que poderá ocorrer após a morte. A crença na imortalidade, na vida depois da morte, simboliza bem a recusa da própria destruição e o anseio de eternidade.
Estudos a respeito dos primórdios da nossa civilização relacionam o aparecimento das primeiras angústias metafísicas do homem ao registro dos sinais de culto aos mortos. Portanto a morte se apresenta desde o início como uma fronteira que não significa apenas o fim da vida, mas o limiar de outra realidade instigante porque ininteligível, além de atemorizada.
A morte daqueles que amamos e a iminência da nossa própria morte estimula a crença a respeito da imortalidade. Segundo Jaspers, “existe algo em nós que não se pode ser suscetível de destruição”. Por isso é inevitável que desde o início da cultura humana o recurso da fé religiosa tenha aplacado o temor diante do desconhecido.
Através dos tempos, a consciência religiosa tem oferecido um conjunto de convicções que orientam o comportamento humano diante do mistério da morte (nota do dono do blog: isso é um eufemismo para UM BANDO DE MENTIRAS COVARDES!): quer seja pelos rituais de passagem dos primitivos quer seja nas religiões mais elaboradas, pelos preceitos do viver terreno para garantir melhor destino à alma. Por isso, a angústia da morte tem levado à crença na imortalidade e na aceitação do sobrenatural, do sagrado, do divino.

02 . As mortes simbólicas
O homem não tem, contudo, consciência apenas da morte enquanto fim da sua vida. O conceito de finitude o acompanha em tudo que faz: é significativa a imagem mítica do deus Cronos (Tempo) devorando os próprios filhos.
A morte, como clímax de um processo é antecedida por diversas “formas de morte” que permeiam o tempo todo a vida humana. O próprio nascimento é a primeira morte, no sentido de ser a primeira perda, a primeira separação. Rompido o cordão umbilical, a antiga e cálida simbiose do feto no útero materno é substituída pelo enfrentamento do novo ambiente.
A oposição entre o velho e o novo repete-se indefinidamente a primeira ruptura e explica a angústia do homem diante do seu próprio dilaceramento interno; ao mesmo tempo que anseia pelo novo, teme abandonar o conforto e a segurança da estrutura antiga a que já se habituou.

03 . A filosofia e a morte
No diálogo Fedon, Platão descreve os momentos finais da vida de Sócrates antes de sua execução, quando discute com os discípulos a respeito da ligação entre corpo e alma. Sendo o corpo um estorvo para a alma, a serenidade do sábio diante da morte é o reconhecimento de que a separação significa a libertação do espírito.
No decorrer da história da filosofia, muitas vezes os pensadores trataram explicitamente a respeito da morte e da imortalidade da alma, mas essa questão está na raiz de toda a filosofia e, mesmo quando não se discute diretamente sobre a morte, ela se situa no horizonte de toda reflexão filosófica. É nesse sentido que Platão afirma ser a filosofia uma reflexão da morte, e Montaigne diz que “filosofar é aprender a morrer”. Pois se a filosofia é uma das formas de transcendência humana, pela qual refletimos a respeito de nossa existência e destino, a discussão sobre a morte não pode ser estranha.
Segundo Heidegger, o ser do homem como possibilidade, como projeto, o introduz na temporalidade. Isso não significa apenas que o homem tem um passado e um futuro e que os momentos se sucedem passivamente uns aos outros; significa que o futuro se revela como aquilo para o qual a existência transcende. O existir humano consiste no lançar-se contínuo às possibilidades, entre as quais se encontra justamente a situação-limite representada pela morte, a qual possibilita o olhar crítico sobre o cotidiano. É nesse sentido que podemos considerar o homem um “ser-para-a-morte”.
Para Heidegger, só o homem autêntico enfrenta a angústia e assume a construção da sua vida. O homem inautêntico foge da angústia, refugia-se na impessoalidade, nega a transcendência e repete os gestos de “todo o mundo” nos atos cotidianos. No mundo massificado do homem inautêntico, até a morte é banalizada, e dela se fala como se fosse um acontecimento genérico, longínquo e impalpável. A impessoalidade tranqüiliza e aliena o homem, confortavelmente instalado num universo sem indagações. Há a recusa de refletir sobre a morte como um acontecimento que nos atinge pessoalmente.
Sartre, referindo-se à sua infância em As palavras, diz “A morte era a minha vertigem porque eu não amava viver: é o que explica o terror que ela me inspirava. (...) Quanto mais absurda a vida, menos suportável é a morte”.
Na teoria sartiana, ao contrário de Heidegger, a consciência da morte retira todo significado á morte é a “nadificação” dos nossos projetos, a certeza de que um nada total nos espera. E conclui pelo absurdo da morte e, simultaneamente, da vida, que é uma paixão inútil.
Mas seja a morte considerada, como em Heidegger, algo que dá sentido á vida; ou, como Sartre, a dimensão do absurdo, o que nos intriga é a recusa que o homem contemporâneo manifesta em abordar a temática do morrer humano. Em nenhum tempo a recusa do enfrentamento da própria finalidade da própria finitude foi tão visível. Muitas podem ser as explicações dadas por antropólogos, sociólogos, psicólogos, que certamente fecundarão a matéria de reflexão dos filósofos. O que não podemos é deixar de pensar na morte: vejamos por quê.

04 . Aspecto histórico-social da morte
As sociedades tribais e tradicionais
Observando a história e os diversos povos, verificamos que o sentido da morte não é sempre o mesmo. a maneira pela qual um povo enfrenta a morte ou o significado que lhe dá refletem de certa forma o sentido que ele confere à vida. Os pólos antagônicos vida e morte não são excludentes, pois são formas dialéticas inseparáveis.
No mundo tribal, a morte não é propriamente um problema. Ela não é enfocada do ponto de vista da morte de um indivíduo, mas se acha integrada nas práticas coletivas de culto aos mortos, aos ancestrais.
O homem primitivo se acha de tal forma envolvido na comunidade que o seu ser, não tendo o centro em si mesmo, se faz por meio da participação no todo coletivo. Como o eu se afirma pelos outros, o existir do primitivo é essencialmente relacional, e a individualidade se encontra envolvida pela totalidade maior da comunidade. Por isso a morte não é percebida como dissolução, o morto apenas muda de estado e passa a pertencer á comunidade dos mortos, o que é viabilizado por “rituais de passagem” adequados à ocasião. “Vivos e mortos, totem e deuses, antepassados, participam de uma mesma realidade vital”. Não há nenhuma idéia de aniquilamento, e os mortos podem retornar ao mundo dos vivos durante o sono destes e por meio de aparições.
Nas sociedades tradicionais, fortemente marcadas pela predominância a vida comunitária, ocorre algo semelhante. Como são sociedades relacionais, onde o indivíduo se encontra numa totalidade mais importante que ele, já uma série de cerimônias e rituais que cercam o evento da morte. Isso não significa que seja fácil morrer (muito ao contrário!), mas sim que a morte não é banalizada porque se acha inserida no cotidiano das pessoas como um evento importante.
Evidentemente, essas cerimônias variam conforme os costumes, mas vamos relembrar algumas delas, típicas das pequenas cidades, até ainda na primeira metade do século XX.
Os parentes, vizinhos e amigos acompanham a agonia do moribundo. Geralmente o doente permanece em casa, atendido pelo médico da família. As cerimônias são procedidas conforme a religião do morto: dependendo disso, chama-se o padre para dar a extrema unção, de preferência quando há lucidez, sem falsos escrúpulos de que o doente perceba a proximidade da morte.
Ao morrer, geralmente seu caixão é colocado sobre a mesa da sala de jantar e diante dele passarão os parentes, conhecidos e transeuntes ocasionais, velando-se o defunto noite adentro. O morto é chorado e freqüentemente relembrado. A ausência é assinalada pelo luto, cuja duração varia conforme o tipo de parentesco em algumas regiões, a viúva deve guardá-lo pelo resto da vida. Um conjunto de atos determinados socialmente – como visitas ao cemitério, missas para a alma do morto, flores, visitas de pêsames, cartas de condolências – ajuda os parentes a atravessar o período doloroso da perda e a reintegração à vida normal.
A negação da morte
Um fenômeno diferente vem ocorrendo há cerca de cinqüenta anos (n.d.b.: como eu disse no começo da postagem, o livro de onde foi retirado este texto é de 1993!), como resultado do processo de urbanização dos centros industrializados. A grande cidade cosmopolita impiedosamente destruiu os antigos laços, fragmentando a comunidade em núcleos cada vez menores e instaurando extremo individualismo.
As pessoas vivem no ritmo acelerado imprimido pelo sistema de produção e não têm tempo para os velhos e os doentes. A medicina, cada vez mais especializada, se ocupa desse “marginais” da sociedade – porque reduzidos à improdutividade – que são transladados para hospitais “a fim de melhor assistidos”. Se, por um lado, são tratados em ambientes assépticos e com técnicas sofisticadas que prolongam a vida (n.d.b.: essa foi ótima! de verdade! me avisem quando falarem sério!), por outro lado não escapam à solidão e à impessoalidade do atendimento. Os enfermeiros e médicos são eficientes (n.d.b.: essa também foi excelente!), mas o moribundo se encontra afastado da mão amiga, da atenção sem pressa nem profissionalismo.
Quando morrer, o velório geralmente é feito no necrotério, para o qual não se costuma levar crianças, as quais crescem à margem dessa realidade da vida, nunca vêem um morto, nem um cemitério.
O francês Philippe Ariès aborda essas questões no clássico História da morte no Ocidente. Nele se refere ao psicólogo Geoffrey Gorer, que escreveu um estudo com o título provocativo de “A pornografia da morte”, no qual mostra como a morte se tornou um tabu, substituindo o sexo como principal interdito: “Antigamente dizia-se às crianças que se nascia dentro de um repolho, mas elas assistiam à grande cena das despedidas, á cabeceira do moribundo. Hoje, são iniciadas desde a mais tenra idade na fisiologia do amor, mas, quando não vêem mais o avô e se surpreendem, alguém lhes diz que ele repousa num belo jardim por entre as flores”.
A “obscenidade” em falar da morte se torna grava quando se trata dos doentes terminais, ou seja, daqueles que não escaparão da morte próxima. É comum tal fato ser escamoteado: os parentes, com a cumplicidade dos médicos, escondem do paciente sua doença letal e o fim próximo. Nem diante da iminência da morte ousamos falar dela.
A tentativa de ocultamento da morte talvez explique a sofisticação das funerárias americanas que “tomam conta do morto”. Medard Boss, médico e psicanalista suíço, diz: “Nunca esquecerei minhas visitas aos ‘Funeral Homes’ americanos, nos quais os defuntos são maquilados, um cigarro é colocado em suas bocas, e ao lado se tocam fitas gravadas com discursos que os falecidos pronunciaram outrora”.
O antropólogo brasileiro Roberto da Matta também se refere ao fato de os mortos serem colocados em caixões acolchoados de cetim que lembram uma cama confortável: “O que seria tudo isto, senão um modo radical de livrar-se do morto, transformando-o em alguém que realmente dá a impressão de repousar?”
Por que será que o homem contemporâneo escamoteia assim a morte? Talvez porque a dificuldade que ele sente para lidar com a morte esteja relacionada com a sua incapacidade para lidar com a vida.
O homem urbano, individualista, massacrado pelo sistema de produção, obrigado a desempenhar funções que não escolheu e num ritmo que na é o seu, acha-se muito distante daquilo que poderíamos considerar uma boa qualidade de vida. Independentemente do progresso técnico atingido, são altos os níveis alienação humana no trabalho, no consumo, no lazer.
Mais ainda, a insensibilidade com relação à morte individual tem paralelo com a inconsciência referente ao destino do planeta. Pela primeira vez na história da humanidade a morte ultrapassa a dimensão do indivíduo e ameaça a sobrevivência de todos.
Por isso, é preciso resgatar, no mundo atual, a consciência da morte, o que não deve ser entendido como preocupação mórbida, doentia do homem que vive obcecado pela morte inevitável. Tal atitude seria pessimista e paralisante. Ao contrário, ao reconhecer a finitude da vida, reavaliamos nosso comportamento e escolhas, e podemos proceder a uma diferente priorização de valores.
Por exemplo, se tomamos como valores absolutos o acúmulo de bens, a fama e o poder, a reflexão sobre a mortalidade torna ridículos esses anseios, privilegiando outros valores que nos dão maior dignidade. Essa mesma reflexão, no nível planetário, nos ajuda a questionar os falsos objetivos do progresso a qualquer custo.
A consciência da morte nos ajuda a questionar não só se nossa vida é autêntica ou inautêntica, mas também se faz sentido o destino que os povos legaram para seus herdeiros.





Preparem-se! Esta é a primeira de muitas matérias que vou postar aqui que falam sobre morte e assuntos similares!
Myrcea (esteja você onde estiver!), Elias, Hela, Manu, Lili, Frauen Elza und Elizete, Minhoca e Leandro – essa postagem é pra vocês!

:: ‘til the next! ::

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

EDITORES DE TEXTO DO LINUX!

"vi" é a sigla para "Visual Interface". A origem desse nome se deve ao fato de que, quando o vi foi criado - no começo da década de 80 -, não era comum existirem editores de textos como nos dias de hoje. Naquela época, digitava-se um texto mas não se podia vê-lo!
Comandos basicos do editor vi.

A sintaxe para executar o vi é a seguinte:
$ vi [nome_do_arquivo]

Uma vez carregado o vi, segue abaixo uma lista dos principais comandos:
Observação: Para passar para o modo comando pressione ESC.

Comandos basicos de inserção de texto:
i Insere texto antes do cursor
a Insere texto depois do cursor
r Insere texto no início da linha onde se encontra o cursor
A Insere texto no final da linha onde se encontra o cursor
o Adiciona linha abaixo da linha atual
O Adiciona linha acima da linha atual
Ctrl + h Apaga o ultimo caractere

Comandos basicos de movimentação:
Ctrl+f Move o cursor para a próxima tela
Ctrl+b Move o cursor para a tela anterior
H Move o cursor para a primeira linha da tela
M Move o cursor para o meio da tela
L Move o cursor para a última linha da tela
h Move o cursor um caractere a esquerda
j Move o cursor para a proxima linha
k Move o cursor para linha anterior
l Move o cursor um caractere a direita
w Move o cursor para o início da próxima palavra (Ignora a pontuação)
W Move o cursor para o início da próxima palavra (Não ignora a pontuação)
b Move o cursor para o início da palavra anterior (Ignora a pontuação)
B Move o cursor para o início da palavra anterior (Nao ignora a pontuação)
0 Move o cursor para o início da linha atual
^ Move o cursor para o primeiro caractere não-branco da linha atual
$ Move o cursor para o final da linha atual
nG Move o cursor para a linha n
G Move o cursor para a última linha do arquivo

Comandos básicos para localizar texto:
/palavra Busca pela palavra ou caractere em todo o texto
?palavra Move o cursor para a ocorrencia anterior da palavra
n Repete o ultimo comando / ou ?
N Repete o ultimo comando / ou ?, na direção reversa
Ctrl+g Mostra o nome do arquivo, o número da linha corrente e o total de linhas

Comandos básicos para alteração de texto:
x Deleta o caracteer que está sob o cursor
dw Deleta a palavra, da posição atual do cursor ate o final
dd Deleta a linha atual
D Deleta a linha a partir da posição atual do cursor ate o final
rx Substitui o caractere sob o cursor pelo especificado em x (é opcional indicar o caractere)
Rx Substitui a palavra sob o cursor pela palavra indicada em x
u Desfaz a ultima modificação
U Desfaz todas as modificações feitas na linha atual
J Une a linha corrente a proxima
s:/palavra1/palavra2 Substitui a primeira ocorrência de "palavra1" por "palavra2"

Comandos para salvar o texto:
:wq Salva o arquivo e sai do editor
:w [nome_do_arquivo] Salva o arquivo corrente com o nome especificado
:w! [nome_do_arquivo] Salva o arquivo corrente no arquivo especificado
:q Sai do editor
:q! Sai do editor sem salvar as alterações realizadas




Em 1992, foi criado o vim (Vi IMitator), um clone fiel ao vi, porém com muitas outras funcionaliades, que só foram sendo adicionadas. Algum tempo depois, o vim passou a ser chamado de 'Vi IMproved' (vi melhorado).
O vim é um dos editores de textos mais utilizados no mundo Unix. Em alguns sistemas, existe um link simbólico (/bin/vi) apontando para o /usr/vim. Em outros, o /bin/vi é o executável, só que executa diretamente o vim. Muita gente acha que usa vi, mas na verdade utiliza o vim, e eles têm algumas diferenças.
O vim é um editor de textos muito poderoso, uma vez que pode: abrir vários arquivos ao mesmo tempo, possui sistema de autocorreção, auto-identação, seleção visual, macros, seleção vertical de texto, uso de expressões regulares, sintaxe colorida, e muito mais. Ele não é exclusivo do Unix, ou seja, pode ser executado em outras plataformas, como Amiga, MacOS, Sun, Windows entre outras.
Existe também o gvim, que é o vim em modo gráfico (graphic vi improved), com todas as funcionalidades do vim em pleno funcionamento, o que muda é apenas o modo gráfico mesmo.
O vim possui vários modos, ou seja, estados em que ele se encontra. São eles: modo de inserção, comandos, linha de comando, visual, busca e reposição.


Modo de inserção e de comandos
Para identificar o modo (estado) do vim, basta visualizar o rodapé da tela.
Agora, indo para a prática. Para executar o vim, deve-se utilizar:
$ vi Abre o vim vazio, sem nenhum arquivo e exibe a tela de apresentação.
$ vi arquivo Abre o arquivo de nome “arquivo”.
$ vi arquivo + Abre o arquivo de nome “arquivo”, com o cursor no final do mesmo.
$ vi arquivo +10 Abre o arquivo de nome“arquivo”, com o cursor na linha 10.
$ vi arquivo +/Copag Abre o arquivo de nome“arquivo”, na primeira ocorrência da palavra Copag.

Ao executar o vim, ele inicia diretamente em modo de comando. Para comprovar, é só olhar na última linha (rodapé) e não vai haver nada lá. Isso quer dizer que o usuário não conseguirá escrever nada, pode digitar a vontade que só vai ouvir beeps. Para começar a escrever, deve-se pressionar “i” no teclado. O vim entra em modo de inserção, que se comprova (como dito anteriormente) pelo rodapé da tela, onde fica a seguinte marcação:
- - -- INSERT --

Suponha que você já digitou o bastante, e quer salvar, por segurança. Pressione a tecla ESC para voltar em modo de comandos. Aqui estão os comandos para salvar/sair:
:w Salva o arquivo que está sendo editado no momento.
:q Sai.
:wq Salva e sai.
:x Idem.
ZZ Idem.
:w! Salva forçado.
:q! Sai forçado.
:wq! Salva e sai forçado.

Caso o usuário tenha editado uma boa quantidade de textos e queira salvar:
:w

Agora, quer voltar a editar o texto: i

É importante lembrar que utilizando o “i” para inserção, a mesma se inicia inserindo texto antes do cursor. Abaixo estão outros subcomandos de inserção de texto:
A Insere o texto no fim da linha onde se encontra o cursor
o Adiciona uma linha vazia abaixo da linha corrente
O Adiciona uma linha vazia acima da linha corrente
Ctrl + h Apaga último caractere à esquerda

Voltando ao modo de comando:.
Os subcomandos abaixo servem para movimentação pelo texto:
Ctrl + f Passa para a tela seguinte.
Ctrl + b Passa para a tela anterior.
H Move o cursor para a primeira linha da tela.
M Move o cursor para o meio da tela.
L Move o cursor para a última linha da tela.
h Move o cursor para caractere a esquerda.
j Move o cursor para linha abaixo.
k Move o cursor para linha acima.
l Move o cursor para caractere a direita.
w Move o cursor para o início da próxima palavra (não ignorando a pontuação).
W Move o cursor para o início da próxima palavra (ignorando a pontuação).
b Move o cursor para o início da palavra anterior (não ignorando a pontuação).
B Move o cursor para o início da palavra anterior (ignorando a pontuação).
0 (zero) Move o cursor para o início da linha corrente.
^ Move o cursor para o primeiro caractere não branco da linha.
$ Move o cursor para o fim da linha corrente.
nG Move o cursor para a linha de número "n"(substituir n pelo número da linha)..
G Move o cursor para a última linha do arquivo.


Copiando e colando textos no vim (utilizando o mouse)
É preciso selecionar o texto necessário com o botão esquerdo do mouse. Quando se for colar, é necessário saber que o texto será colado a partir de onde se encontra o cursor (esse que aparece, às vezes piscando e às vezes não, quando se está digitando). Para colar, depois de ter selecionado o texto, pode-se utilizar uma dessas opções:
1) Pressionando o botão direito do mouse;
2) Pressionando o botão direito + botão esquerdo juntos;
3) Pressionando o botão do meio do mouse (mouse de 3 botões);
Observação: Lembre-se que o vim deve estar no modo de inserção!

Usando o modo visual do vim
Entre no modo visual: v
Agora, utilize as teclas direcionais (setas) do teclado, para selecionar o texto desejado.
Pressione e cole, utilizando a tecla “p” (paste).

Como apagar um determinado texto:
Utilizando normalmente as teclas Backspace/Delete, ou entrando em modo visual (v) e pressionando a tecla Delete.
Pode-se remover até o final de uma palavra, utilizando: dw
Pode-se também remover até o final de uma frase: d$

Desfazendo uma ação
É claro que o usuário pode desfazer uma ação que considera errada, ou que errou ao digitar o texto. É só utilizar: u
Caso seja necessário voltar o texto na tela, utilizar o comando Ctrl + r.

Subcomandos para localização de texto
/palavra Procura pela palavra ou caracter acima ou abaixo do texto.
?palavra Move para a ocorrência anterior da palavra (para repetir a busca use “n”).
n Repete o último comando utilizando / ou ?.
N Repete o último comando / ou ? ao contrário (baixo para cima).
Ctrl+g Mostra o nome do arquivo, o número da linha corrente e o total de linhas.

Mais opções para remoção de caracteres
x
Apaga o caracter onde o cursor estiver.
dd Apaga a linha inteira onde o cursor estive
D Apaga a linha a partir da posição do cursor até o fim.
J Une a linha corrente à próxima.
:5dd Remove as próximas 7 linhas a partir da posição do atual do cursor (qualquer número).

Mais para copiar e colar
:yy Copia a linha onde o cursor se encontra.
:5yy Copia as próximas 5 linhas a partir da posição atual do cursor.
:p Cola o que foi copiado na linha abaixo do cursor atual.

Opções para substituição de textos
rCARACTER
Substitui o caracter onde o cursor se encontra pelo caractere especificado em CARACTER.
RTEXTO Substitui o texto corrente pelo texto digitado (sobrepõe).
cw Remove a palavra corrente para substituição.
cc Remove a linha corrente para substituição.
C Substitui o restante da linha corrente, esperando o texto logo após o comando.
J Une a linha corrente à próxima.
:s/velho/novo Substitui a primeira ocorrência de "velho" por "novo" na linha corrente.
:% s/velho/novo Substitui em todo o arquivo (%) a primeira ocorrência de “velho” por “novo” em cada linha.
:% s/velho/novo/g Substitui em todo o arquivo (%), todas (g) as ocorrências de “velho” por “novo”.
:% s/velho/novo/gc Igual ao anterior, mas pedindo confirmação para cada substituição.
:% s/^String[0-9]//gc Expressões regulares também funcionam, como no sed.
:% s/./\u&/gc Converte para maiúsculas (\u) o primeiro caractere (.) de cada linha.

Abreviações
:ab Mostra todas as abbr.
:abc[lear] Remove todos.
:iab Apenas para modo de inserção.
:iabc[lear] Tira todos de inserção.
:cab Apenas p/modo de comando ( : ).
:cabc[lear] Tira todos os modos de comando.
:una vc Tira ab para vc.

Observação: Pontuação, espaço ou o ENTER, disparam a expansão de uma abreviação. Porém, o comando Ctrl + [caractere] também pode ser usado, para expandir sem adicionar caracteres.

Opções para o comando SET
:set
autowrite aw
Salva a cada alteração.
backspace bs Comportamento backspace (1 ou 2).
errorbell eb Campainha de erro.
expandtab et Troca tab por espacos.
fileformat=dos ff Converte o arquivo para DOS.
hidden hid Preserva o buffer.
hlsearch hls Elimina a última procura.
ignorecase ic Case insensitive na busca.
incsearch is Ilumina procura enquanto digita.
laststatus=2 Mostra linha de estado.
lazyredraw lz Não redesenha em macros.
lines=N Número de linhas na tela.
magic Usar mágicas na procura de padrões.
number nu Mostra nº. da linha.
report=N Mostra aviso quando N linhas mudaram (0=sempre).
showcmd Mostra o comando que se está fazendo.
showmatch sm Mostra o casamento de {},[],().
smartcase scs Assume “noic” quando tiver maiúsculas.
textwidth=N Quebra de linha do texto.
undolevels ul=N Guarde os N últimos comandos para desfazer (padrão=1000).
vb t_vb= Retira o "beep" de erro.

Agora invertendo maiúsculas/minúsculas
5~ Inverte os 5 próximos caracteres.
g~$ Inverte todos os caracteres até o fim da linha.
seleciona, u Converte para minúsculas.
seleciona, U Converte para maiúsculas.
seleciona, ~ Inverte.

Observação: Onde está escrito “seleciona”, é para fazer utilizando o modo visual (v).

Aqui está o comando para definir coluna de quebra de linha (problema corriqueiro quando se inicia o aprendizado do vim): :set textwidth=N

Se você já estiver num arquivo pronto:
:set wm=5 O número 5 aqui são as colunas que serão “cortadas”.
gqG Até o final do arquivo.

Estes são os comandos que podem ser feitos pressionando a tecla "Ctrl" junto com uma tecla do alfabeto:
No modo de COMANDO:
Ctrl + A Incrementa um número (Add)
Ctrl + X Decrementa um número
Ctrl + S ScrollLock
Ctrl + L Redesenha tela
Ctrl + V Modo visual (Visual Vertical)
Ctrl + G Status do arquivo
Ctrl + M Início da próxima linha
Ctrl + E Linha abaixo sem mover cursor
Ctrl + Y Linha acima sem mover cursor
Ctrl + N Próxima linha (Next)
Ctrl + P Linha anterior (Previous)
Ctrl + F PageDown (Forward)
Ctrl + B PageUp (Backyard)
Ctrl + U PageUp / 2 (Up)
Ctrl + D PageDown / 2 (Down)

Agora, no modo de INSERÇÃO:
Ctrl + A Insere o último texto inserido
Ctrl + I TAB
Ctrl + S ScrollLock
Ctrl + H Backspace
Ctrl + T 2 tab's no início da linha (Two Tabs)
Ctrl + V Anula expansão do próximo caractere
Ctrl + J Enter - quebra de linha
Ctrl + M Enter - quebra de linha
Ctrl + L Redesenha tela
Ctrl + R Insere conteúdo do registrador [a-z] (Veja abaixo)
Ctrl + K Insere um dígrafo (Veja abaixo)
Ctrl + N Procura palavra no texto atual (Next)
Ctrl + P Procura palavra no texto atual (Previous)
Ctrl + Y Copia caractere que está acima (Yank)

caracteres especiais:
ga Mostra o código da letra sobre o cursor.
:dig Mostra todos os dígrafos disponíveis (tabela).

Exemplos: Para fazer um º, use Ctrl+K,-,o (“Ctrl” + “K” + “-” + “o”).
Para fazer um ½, use Ctrl + K, 1, 2 (“Ctrl” + “K" + “1” + “2”).


Trabalhando com arquivos e janelas múltiplas
Pode-se abrir múltiplos arquivos, por exemplo:
$ vim arquivo1 arquivo2

E pode alternar entre as janelas. Os comandos são:
:wn Grava o atual e vai ao próximo.
:wN Grava o atual e vai ao anterior.
:args Mostra todos os arquivos atuais.
:qa Sai de todas as janelas de uma vez.
:all Abre todos os arquivos em janelas individuais.

Comando chave das janelas = Crtl+W
j, seta abaixo Move para janela abaixo.
k, seta acima Move para janela acima.
o Apenas esta janela, fecha todas as outras (Only).
+, - Muda o tamanho da janela.
= Deixa todas as janelas com tamanhos iguais.


Os registradores
“[a-z] Use o registrador [a-z] para o próximo delete, cópia ou cola.
:reg Mostra o conteúdo de todos os registradores.
:reg [a-z] Mostra o conteúdo do registradores [a-z].
Observação: O [a-z] pode ser: 0-9a-z%#:.-="

Marcas:
m[a-z] Marca em [a-z] a posição corrente do cursor.
‘[a-z] Vai até a marca [a-z].
Vai até a posição anterior ao último pulo (alterna).
:marks Mostra as marcas ativas.


Fazendo gravação de seqüência de comandos
q[a-z] Inicia a gravação de uma seqüência no registrador [a-z].
q[A-Z] Inicia a gravação, adicionando no registrador [a-z].
q Pára a gravação.
@[a-z] Executa a seqüência do registrador [a-z] (5 vezes? 5@a)

Dica: Pode-se colocar o @[a-z] dentro da própria gravação do q[a-z]! Assim ele é executado recursivamente. Isso é muito útil quando há uma procura de padrões na gravação. Faz para todas as ocorrências.

Mapeamentos
:map :r!date Mapeamento em modo de comando.
:imap :r!date Mapeamento em modo de inserção.
:cmap r!date Mapeamento em modo linha de comando.
:vmap :r!date Mapeamento em modo visual.

Exemplos:
“html: negrito no trecho selecionado
:vmap d`pa # html: negrito no trecho selecionado

“liga/desliga autoIndent
:map ,si :set ai!:echo “autoIndent=”&ai

“mostrar os espaços em branco no fim das linhas
:map / *$^M

Através dos mapeamentos é possível “encurtar” comandos, ou seja, abreviá-los. Conheça as sintaxes:
Comment Ciano
Constant Roxo
Identifier Ciano
PreProc Azul escuro
Special Vermelho
Statement Amarelo
String Roxo
Type Verde
Todo Preto, fundo marrom
Error Branco, fundo vermelho
Ignore Preto, fundo preto! - esconde


Utilizando o recurso de expandtab
Mas, o que isso faz? Transforma todos os TABs em espaços. Pode-se ativar dentro do próprio vim, utilizando o comando: :set expandtabPara desabilitar: :set noexpandtab
Pode-se colocar também no arquivo ~/.vimrc a seguinte linha: set expandtab
O arquivo ~/.vimrc pode ser usado para muitas configurações, e essa é uma delas. Existe ainda o arquivo ~/.exrc.Pode-se incluir a saída de um comando no vim, utilizando:
:r!comando

Por exemplo: :r!rpm -q kernel incluiria o seguinte resultado, dentro do seu texto: kernel-2.4.18-3

Dicas diversas do vim:
:xit => Igual :wq, mas só grava se tiver sido alterado algo no arquivo.

:map N_ARQ ^R=expand("%:t:r")^M Imprime no arquivo o próprio nome do arquivo editado quando N_ARQ é digitado.

Como alinhar o texto:
:left texto à esquerda
:right texto à direita
:center texto centralizado

E para fazer uma busca de 2 palavras ao mesmo tempo:
/palavra1\palavra2
O vim é um editor de textos com centenas de opções, comandos, strings... Sendo assim, não é possível abordar tudo aqui. Por isso, a melhor maneira de conhecê-lo a fundo é usando-o.

Mais informações em http://www.malgon.net/site/?page_id=57


Esta postagem é especialmente dedicada aos meus grandes amigos Glauber Duarte Monteiro + Carlos Stéfano Sobrinho da Silva + Jorge Rodrigues Carvalho, que são os maiores apaixonados por Linux que eu conheço. You Are The Dudes!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

NEW-MAPS-OF-HELL

Por Igor Natusch Em 18/02/08

É praticamente um consenso entre fãs e críticos: a volta de Brett Gurewitz fez muito, mas muito bem mesmo ao Bad Religion. Não que os três álbuns feitos sem ele fossem exatamente ruins – mas é impossível negar que os últimos CDs da banda, gravados depois da volta do guitarrista e compositor, são muito mais fortes e relevantes musicalmente.

Depois do demolidor “The Empire Strikes First” (simplesmente um dos melhores discos de punk rock da década), seria complicado para o Bad Religion gravar um disco tão forte e impressionante. Eles quase conseguiram – e acredite, leitor(a), isso significa muita coisa. “New Maps Of Hell” é um disco coeso, energético, emocionado e emocionante – como, aliás, o são os álbuns mais significativos da muito significativa carreira dos californianos.

Os assuntos básicos da banda não mudaram – de fato, pode-se dizer que o objetivo sempre foi criticar (de modo muito inteligente, diga-se) o conformismo e as ameaças à liberdade individual promovidas por governos e religiões. Mas deve ser dito que a indignação do Bad Religion não diminuiu com o tempo, pelo contrário – em muitos momentos, como em “Murder” e “Grains of Wrath”, é possível sentir a revolta literalmente pulsando nas caixas de som. E, como os principais compositores (Gurewitz e o vocalista Greg Graffin) estão obviamente mais maduros, a mensagem é passada com uma sofisticação especial, que não diminui a música do grupo, mas sim a fortalece ainda mais.

As músicas, aliás, são em sua maioria muitíssimo boas. Destaques possíveis são muitos: “New Dark Ages”, “Honest Goodbye” (que conta com um refrão sofisticado e muito bonito), “Prodigal Son”, “Scrutiny” (começa com uma contagem de 1-8 simplesmente empolgante), “Requiem For Dissident” (outro refrão marcante) e “Submission Complete” são canções que saltam aos ouvidos já nas primeiras voltas do CD. A voz de Graffin está tão marcante quanto sempre, o instrumental soa muito coeso (com destaque para o trabalho impressionante do ótimo baterista Brooks Wackerman) e as harmonias vocais, sempre um dos fortes do grupo, seguem criativas e envolventes como sempre. Mas, em um disco cheio de destaques, me parece que esse “New Maps Of Hell” apresenta o seu melhor no final: “Fields Of Mars”, uma música muito bonita, ainda que veloz e raivosa, como convém a uma das bandas mais respeitadas do punk rock atual.

Tirando a média, “New Maps of Hell” pode não ser tão impactante quanto seu antecessor – especialmente devido a algumas poucas músicas como “Dearly Beloved” e “The Grand Delusion”, que não conseguem alcançar o nível de excelência das demais. Mas trata-se de um disco de alto nível, que dignifica ainda mais a já respeitabilíssima carreira do Bad Religion e se revela como uma boa aquisição para qualquer apreciador de punk rock – o que, convenhamos, é o que realmente interessa.


fonte: http://whiplash.net/materias/cds/069124-badreligion.html

domingo, 17 de fevereiro de 2008

O QUE ESTÁ EM UM NOME - letras traduzidas!

Como prometido, aqui está a maioria das letras traduzidas do álbum What's In A Name, da banda holandesa Bambix. Assim qu’eu arrumar as letras de Beloved Bygone, Sense and Sensabullety, Robert, Amy, Sily So Sorry, Lody e, por fim Loch Ness. Enquanto isso: enjoy what u have!

:: WHAT IS IN A NAME ::
:: 2000 ::
:: eu traduzi todas as letras, além de contextualiza-las para a língua portuguesa ::

:: enjoy! ::


:: BELOVED BYGONE :: [falta encontrar a letra!]
:: SENSE AND SENSABULLETY :: [falta encontrar a letra!]

:: BEAU :: BONITO ::
18 years to pick me up :: 18 anos pra me arrancar
from the ground, they never tried :: do chão, eles nunca tentaram
to lift me up :: me entender
it sometimes made me wonder why :: às vezes isso me faz pensar
they didn’t dare to simply leave me there to die :: eles apenas não deveriam medeixar lá para morrer

18 years, not long enough :: 18 anos, não é tempo bastante
the restlessness and awkwardness :: a inquietação e o desagrado
of feeling bound :: de se sentir presa
I didn’t choose to live this life :: eu não escolhi viver essa vida
I hate myself as much as I hate you :: eu me odeio tanto quanto eu te odeio

It took 18 years to free me from these fears :: Demorou 18 anos para que eu me libertasse destes medos
From hiding all those tears :: Me esconder destes medos
Ruling my world and now my grave :: Que controlam meu mundo e agora meu túmulo
It took 18 years to free me from these fears :: Demorou 18 anos para que eu me libertasse destes medos
From hiding all those tears :: Me esconder destes medos
Ruling my world :: Que controlam meu mundo

18 years to lift me up :: 18 anos para me arrancar
from the bed my mother made for me :: da cama que minha mãe fez para mim
it took 18 years to clearly believe and see :: demorou 18 anos para acreditar e ver claramente
that though no longer my hands and feet were tied ::
I would always end up wired :: Eu sempre terminaria presa
LIAR: no need to step out of line they said :: MENTIROSO: eles disseram que
precisa se adequar mais rápido
LIAR: they tried to trample me and now I’m dead :: MENTIROSO: eles tentaram pisar em mim e agora estou morta
LIAR: no need to step out of line? You should step out right now :: MENTIROSO: não é preciso se adequar? Agora você deveria se adequar neste mesmo instante
In your car, I was lucky, well, you know :: Eu seu carro, eu tinha sorte, bem, você sabe
It felt as if I was free, the great wide open :: Eu me sinto como se estivesse livre, a grande campeã
But the doors, they spoiled my dreams :: Mas as portas, eles acabaram com meus sonhos
I could not drive :: Eu não podia dirigir
Start the engine to end this life :: Comece a seguir para o fim de sua vida
18 years just long enough in a life that’s just too rough :: 18 anos foram suficientes em uma vida para
I’d really like to trade my body in :: Eu realmente gostaria de vender o meu corpo

:: MARIA ::
At school they taught her :: Na escola a ensinaram
To always pray real hard :: De sempre orar bastante
Then God would come and give :: Então Deus viria e daria
Some peace to her heart :: Alguma paz ao seu coração

But with her unborn son :: Mas com seu filho não nascido
Hidden in a bin :: Escondido em uma lixeira
She couldn’t pray no more :: Ela não poderia mais rezar
Cause where should she begin :: Porque de onde ela deveria começar?

And now she wants love :: E agora ela quer amor
She don’t want pain :: Ela não quer dor
She sits and dreams and :: Ela senta e sonha e
She’s waiting for a sign :: Ela está esperando por um sinal
From the Very Holy God :: do Tão Sagrado Deus
High up in the air :: Alto lá no céu
Saying to Maria :: Dizendo para Maria
Girl, I do care :: Garota, eu me importo

She knows just what she’s done :: Só ela sabe o que fez
And that she lives in sin :: E que vive em pecado
But something just went wrong :: Mas algo simplesmente deu errado
A fight she could not win :: Um batalha que ela não poderia vencer

Although she begged him no :: Embora ela não implorou a ele
And God did not come down :: E Deus não veio
The angels in her head :: Os anjos em sua cabeça
They made her wedding-gown :: Eles fizeram seu vestido de casamento

And now she wants love :: E agora ela quer amor
She don’t want pain :: Ela não quer dor
She kneels down and :: Ela se ajoelha e
She’s waiting for a sign :: Ela está esperando por um sinal
Her mummy threw her out :: Sua mãe a desprezou
Her dad he spat on her :: Seu pai ele cuspiu nela
The unholy Maria :: A maculada Maria
Discarded girl :: Garota descartada

And now she wants love :: E agora ela quer amor
She don’t want pain :: Ela não quer dor
She sits and dreams and :: Ela senta e sonha e
She’s waiting for a sign :: Ela está esperando por um sinal
From the Very Holy God :: do Tão Sagrado Deus
To get off his cloud and hurl :: Para sair de Sua Nuvem e lutar
Shouting to Maria :: Gritando para Maria
You kick ass, girl :: Você chuta traseiros, garota

:: FRANKIE ::
Frankie's never been to school but she's nobody's fool :: Frankie nunca foi à escola mas ela não é alguém idiota
She can outsmart you all :: Ela pode passar a perna em vocês todos
Frankie just threw her husband out, :: Frankie simplesmente abandonou seu marido
‘cos that’s something she can do without :: porque ela pode fazer sem
Never took care of her kids :: Nunca cuidou das crianças
Only after ass and tits :: Apenas atrás de rabos e peitos
Nightshifts and early wake-up calls :: Trabalhos noturnos e ligações para acordar bem cedo
Children running in the hall :: Crainças correndo pela sala
But Frankie is ok :: Mas Frankie está bem
Now she's waiting in line to buy a ticket for the lottery :: Agora ela está esperando na linha para comprar um ticket de loteria
With a big smile on her face :: Com um grande sorriso em seu rosto
Frankie tries to soothe her troubled mind :: Frankie tenta acalmar sua cabeça problemática
Because life isn’t always kind :: Porque sua vida não é sempre legal
She's sure things will work out :: Ela está certa de que as coisas vão dar certo
She keeps her hands firmly on her purse :: Ela mantém suas mãos firmes em sua bolsa
In which the lottery ticket burns :: É que o tiket de loteria queima
Today a tramp tomorrow queen :: Hoje uma grande rainha do amanhã
And if not: dreams are for free :: E se não: os sonhos são de graça

Dayshifts and late-night calls :: Trabalhos matutiinos e chamados tarde da noite
A lot of screaming in the hall :: Muitas pessoas gritando na sala
But Frankie is just fine :: Mas Frankie é apenas legal
Now she’s waiting in the line :: Agora ela está esperando na linha
With 3 shopping bags in a grocery :: Com três sacos de compras de uma merceria
And a big smile on her face :: E um grande sorriso em seu rosto

Then a man says: “Bitch, move your fad ass a bit” :: Então um homem diz: “Vadia, mova seu rabo devagar”
Frankie says “Thanks for the compliment, :: Frankie diz “Obrigado pelo elogio”
You ugly piece of shit! :: Seu pedaço feio de merda
I am a bitch :: Eu sou uma puta
But that's why I manage :: Mas a razão de eu andar
And talking 'bout my ass :: E falar sobre o meu rabo
Well, you can fucking kiss it” :: Bem, você pode beijar esse caralho”

She never even checked the number of her lot :: Ela nunca checou o número de seu destino
It might have been on purpose or maybe she forgot :: Deve ter sido de propósito
The thought of being lucky simply was enough :: A idéia de ser sortuda deve ter sido simplesmente o suficiente
Don’t let nobody drag you down :: Não deixe ninguém te deter
But play it rough :: Mas brinque de forma severa

:: ROBERT :: [falta encontrar a letra!]

:: JULIE ::
She’s feeling so sad now, like a clown :: Ela está se sentindo tão triste agora,
como um palhaço
Double exposure, double frowns :: Exposição dupla, carranca dupla
As she sits there high up in that tree :: Como ela se senta lá, bem alto naquela árvore
Julie she wonders now she’s the only one :: Julie, ela imagina que é a única
Caring enough to call the earth her home :: Que se importante o bastante para chamar a terra de seu lar
As she hears those machines roar :: Tanto que ela ouve aquelas máquinas rugirem

Julie, redwood pioneer :: Julie, pioneira da sequóia canadense

Nothing has changed since she heard that old song :: Nada mudou desde que ela cantou aquela velha canção
They’re cutting the hair again of her beloved one :: Eles estão cortando novamente o cabelo de sua amada
And she’s high now, nigh again :: E ela está alta agora, outra vez próxima
The wind whispers lullabies so Julie can sleep :: O vendo sussurra canções de ninar para que Julie
60 meters from her past so deep, the future must be saved :: 60 metros de seu passado tão fundo, o futuro deve ser salvo

Julie, redwood pioneer :: Júlia, pioneira da sequóia canadense

Those guys below her on the ground :: Aqueles caras a querem abaixo do chão
Are fighting cause time is money :: Estão lutando porque tempo é dinheiro
And Julie needs to be shut down :: E Julie precisa ser silenciada
But the wind and the trees so firmly fight :: Mas o vento e as árvores lutam tão firmemente
The branches keep her so tight :: Os galhos a mantém tão firme
That Julie can’t be reached :: Que Julia não pode ser alcançada

:: KAIN & MABEL ::
The cat is on a hot tin roof :: O gato está no teto de zinco quente
And I guess that is another proof :: E eu acho que isto seja outra prova
Why things are not working out :: Do porque as coisas não estarem funcionando
The grapes of wrath turned sour again :: As vinhas da ira se tornaram azedas outra vez
I have to come up with another plan :: Eu tenho que vir com outra idéia
Can’t remember what this fight was about :: Não consigo lembrar sobre o que era essa luta
But I know it’s not my fault :: Mas eu sei que não é minha culpa

Course: :: Porque:
Give me back what you have taken :: Me devolva o que você pegou
Everything is mine :: Tudo é meu
Only the blame is yours :: Só a culpa que é sua
You can take your pills and all your bills and :: Você pode pegar suas pílulas e suas contas e
Shove ‘em up your ass :: Enfia-las no seu rabo
Go fight other wars :: Vá lutar em outras guerras

Like the day I sold your ugly guitar :: Como no dia em que vendi sua guitarra feia
And you thought I went a little bit too far :: E você achou que fui um pouco longe demais
But my ears said: go girl go :: Mas meus ouvidos ouviram “vá, garota, vá”
And my ears and my eyes can never be wrong :: E meus ouvidos e meus olhos nunca erram
So listen to all that stupid songs :: Então ouça todas aquelas canções estúpida
Was like giving birth to a whale :: Era como parir uma baleia
And I guess that meant, it’s not ok :: E eu acho, que não está ok

Course: :: Porque:
Give me back what you have taken :: Me devolva o que você pegou
Everything is mine :: Tudo é meu
Only the blame is yours :: Só a culpa que é sua
You can take your pills and all your bills and :: Você pode pegar suas pílulas e suas contas e
Shove ‘em up your ass :: Enfia-las no seu rabo
Go fight other wars :: Vá lutar em outras guerras

:: AMY :: [falta encontrar a letra!]
:: SILY SO SORRY :: LAMENTO POR SER TÃO IDIOTA :: [falta encontrar a letra!]

:: BUTCH :: SAPATÃO ::
I walked down to the park, the empty afternoon :: Eu fui até ao parque, a tarde vazia
and then I had some drink so I would feel much better soon :: e então eu bebi alguma coisa então logo eu me sentiria muito melhor
and then I phantomed a future without you by my side :: e então imaginei um futuro sem você ao meu lado
and then I drank some more to make me feel alright :: e então bebi algo mais para me fazer sentir confiante
you didn't see me there, on my own :: você não me viu lá, em meu interior
maybe you did see me but you just walked back home :: talvez você tenha me visto mas você simplesmente voltou pra casa

and I don’t mind, I don’t see :: eu não me importo, eu não entendo
what is wrong with you and me :: o que há de errado com você e comigo
don’t give me that shit again :: não me venha com essa merda outra vez
‘cos I already been there :: porque eu já estive lá
and I don't mind, I don't see :: eu não me importo, eu não entendo
what is wrong with you and me :: o que há de errado com você e comigo
don't give me that shit again :: não me venha com essa merda outra vez
‘cos I had it up to here :: pois já estou por aqui com isso
‘cos I've already ate it :: pois já engoli essa

then I walked along the empty avenue :: então eu caminhei pela avenida vazia
and then I had some more to drink ‘cos the end would come up soon :: e então bebi um pouco mais porque o fim viria logo
and then I thought I saw you walking hand in hand :: e então eu pensei ter te visto andando de maõs dadas copmigo
with some other chick you know, :: com alguma outra vadia que você conhece
some butch from the other end of town :: alguma sapatão de outro fim de cidade
you didn’t see me strangling in your web :: você não me viu sufocando em sua teia
like a fly to get out, unable to move one step :: como uma mosca sai, incapaz de se mover um passo

and I don’t mind, I don’t see :: eu não me importo, eu não entendo
what is wrong with you and me :: o que há de errado com você e comigo
don’t give me that shit again :: não me venha com essa merda outra vez
‘cos I already been there :: porque eu já estive lá
‘cos I've had it up to here :: pois já estou por aqui com isso
and I don't mind, I don't see :: eu não me importo, eu não entendo
what is wrong with you and me :: o que há de errado com você e comigo
don't give me that shit again :: não me venha com essa merda outra vez
‘cos I had it up to here :: pois já estou por aqui com isso
‘cos I've already ate it :: pois já engoli essa

:: ANDRE ::
It’s Friday night and I’m off with me mates :: É noite de sexta e estou saindo com minhas companheiras
We’re gonna see the Bambix and listen to their all-time :: Vamos ver o Bambix e
escutar suas de todo os tempos
Faves ::
It’s time to party, play to win :: É hora de festejar, jogue pra vencer
Nobody’s gonna stop us :: Ninguém vai nos parar
‘cos as soon as we’ll get in: the fun can begin :: porque logo que entrarmos: a festa pode começar

I wanna win, I wanna win, when I dance and sing, :: Eu quero vencer, eu quero vencer, quando e danço e canto,
I’m gonna kick some heads in :: Vou chutar algumas cabeças
I wanna win, I wanna win, with my mates across the pit, :: Eu quero vencer, eu quero vencer, com meus companheiros ao redor do buraco
We’re gonna make you sorry and sick of it :: Vamos te fazer lamentar e ficar doente por causa disso

Why is the singer stopping, what does she do? :: Por que a cantora está parado, o que ela está fazendo?
I guess she wants to introduce me to her steel-capped shoe :: Acho que ela quer me enfiar seu sapato coberto de aço
Not only brainless but where are my teeth :: Nada mais descebrado, mas onde estão meus dentes?
That was a real cool move but now I’m sick of it :: O que era um movimento legal, mas agora estou farto disso
No longer in the pit where I wanna win… :: Sem espaço no buraco onde eu quero vencer

Guess I did not catch on :: Acho que não entendi
But I’ll come round :: Mas eu virei
Never saw the like of it :: Nunca vi nada como isso
No longer in the pit :: Sem espaço no buraco

:: ANNIE ::
When I dreamed of all the lonely places, we’ve never been that far :: Quando eu sonhei com todos os lugares vazios, nós nunca estivemos tão afastadas
We hide it just behind bars :: Nós simplesmente nos escondemos atrás de bares
Fought, embraced, didn’t give a toss bout what they thought of us :: Lutamos, abraçadas, não demos importância para o que pensassem de nós
We lived our lives at the stars :: Vivemos nossas vidas nas estrelas

High above the world :: Muito acima do mundo

And in those hours of darkness you were standing next to me :: E naqueles momentos tristes você estava suportando junto comigo
Guess that made it worth while :: Crendo que aquilo era importante
Struggle for eternal fate, we always were on time :: Lutando pelo destino certo, sempre estivemos com chance
The thing to pack were our smiles :: O que nos juntava eram nossos sorrisos

And I know we did intend to :: E eu sei o que queríamos
Scream and make our way right out of here :: Gritar e fazer nossas vidas longe daqui
No locks could hold us here :: Nada pode nos prender aqui
Cause crying doesn’t help and the light just made us feel :: Porque chorar não vai ajudar e sua luz simplesmente nos faz sentir

High above the world :: Muito acima do mundo
nota: eu já havia postado essa letra aqui, na postagem. Mutter, diese ist zu Sie! Ich liebe dich!

:: LODY :: [falta encontrar a letra!]
:: LOCH NESS :: LAGO NESS :: [falta encontrar a letra!]





até à próxima!

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

LETRAS TRADUZIDAS: BAMBIX – CLUB MATUCHEK – 2004

:: CLUB MATUCHEK ::
:: 2004 ::
:: eu traduzi todas as letras, além de contextualiza-las para a língua portuguesa ::
:: enjoy! ::


:: SPOLIGHT :: LUZ DO HOLOFOTE ::
Doing dishes and I wash my hair :: Lavando pratos e lavo meu cabelo
There's nothing on TV :: Não tem anda na TV
Haven't got a date for almost 18 years :: Não consegui namorar até os dezoito anos
And I don't think I find once more :: E não creio que encontrarei uma vez mais

Can you find the way home? :: Você consegue encontrar o caminho de casa
Can you help me to find my way back home? :: Você pode me ajudar a encontrar meu caminho para casa?

Bored as hell am I, where are you? :: Malditamente entediada como estou, onde você está?
The real fighters have all gone :: Os lutadores de verdade já se foram
Where the hell were you in '75 :: Onde diabos você estava em '75?
Already fighting to get another life :: Já lutando para conseguir outra vida?

Can you find the way home? :: Você pode achar o caminho para casa?
Can you help me to find my way back home? :: Você pode me ajudar a achar o meu caminho para casa?

And I'll see you again in the spotlight of the sun :: E eu te verei de novo no holofote do sol
The once who really turned me on and on :: A única vez que alguém realmente me ligou
Put out the light :: Coloque na luz
I've been alone, so many years :: Eu estive só, foram tantos anos
The years keep raging in my ears :: Os anos continuam arranhando meus ouvidos
I am lost without the one I used the hold :: Eu estou perdida sem aquela com quem eu costumava viver
I'm cold, the house doesn't give me shelter anymore :: Estou congelada, a casa não me abriga mais
I need to head towards the door and :: Não preciso de ir até a porta e
Never come back again :: Nunca mais voltar outra vez

:: REVOLUTION :: REVOLUÇÃO ::
To all my friends and family :: Para todos os meus amigos e família
to show what I've become :: mostrar o que me tornei
they gave the moon and the stars to me :: eles me deram a lua e as estrelas
and look what I have done :: e olhe o que eu feiz

I'm gonna bomb the whole world and then I hide :: eu vou explodir todo o mundo e então me esconder
when the rage is boiling up deep inside :: quando a raiva estiver queimando bem lá no fundo

they made me listen up to all of their stories :: eles me fizeram escutar todas as suas histórias
about the cow chasin the hare and whatever :: sobre a vaca caçando a corrida e tudo o que
warning me instead of warming me :: me previne ao invés de me aquecer
and never told me about the fall :: e nunca me contaram sobre a queda
under a red moonlight, under a city of lights :: sobre uma luz de luar vermelha, sobre as luzes da cidade
under the real moonlight :: sobre a luz de luar vermelha

I'm gonna bomb the whole world and then I hide :: eu vou explodir todo o mundo e então me esconder
when the rage is boiling up deep inside :: quando a raiva estiver queimando bem lá no fundo
I'm giving up on love. :: Estou desistindo do amor
giving up on feelings :: desistindo dos sentimentos
giving up on hope don't save me :: desistindo da esperança que não me salva
I'm giving up on churches :: Estou desistindo das igrrejas
giving up on schools :: desistindo das escolas
giving up on everything, cuz that’s cool :: desistindo de tudo, porque é legal
and sooner or later you can't keep a good girl down :: e, mais cedo ou mais tarde, você não pode manter uma boa garota desanimada

:: LEAKING FUEL :: COMBUSTÍVEL EM BAIXA ::
It's a funny feeling :: É um sentimento divertido
all words are obsolete :: todas as palavras são obsoletas
Don't let me die here :: Não me deixe aqui
die here in my sleep :: morra aqui em meu adormecer
I'll keep things merry :: Eu manterei as coisas
when my engine roars :: quando meu motor ronca
please don’t drop me. catch me when I fall :: por favor não me [drop]. me pegue quando eu cair
my brain won’t stop the world comes crashing :: meu cerébro não vai impedir o mundo de se estraçalhar
right down on my head :: bem na minha cabeça
cars drive by. they almost hit me :: carros passam. eles quase me atingem
will they ever find me here? :: eles vão mesmo me encontrar aqui?

I am floored, I'm wasted. my engine's running out and :: Estou na fossa, estou perdida. meu motor está [running out] e
why am I always leaking fuel? :: porque estou sempre com o combustível em baixa?
can I see the menu? :: posso ver o menu?
is there any gas on it? :: tem alguma gasolina aí?
why am I always leaking fuel? :: porque estou sempre com o combustível em baixa?

so incomplete :: tão incompleta
these words I care for you :: estas palavras que eu para você
mistakes we made :: erros que cometemos
you should be jailed :: você deveria ser presa
I must confess now :: eu devo confessor agora
I cannot be alone :: eu não consigo ficar sozinha
please don’t drop me. catch me when I fall :: por favor não me [drop]. me pegue quando eu cair
the stains won’t go. no matter the washing :: as manchas não sumirão. não importa quanto lave
it’s like a scar on my head :: é como uma ferida em minha cabeça
some more offending, an some more salt :: mais algumas ofensas, mais um pouco de sal
you can take my order now :: você pode me ordenar agora

I am floored, I'm wasted. my engine's running out and :: Estou na fossa, estou perdida. meu motor está [running out] e
why am I always leaking fuel? :: porque estou sempre com o combustível em baixa?
can I see the menu? :: posso ver o menu?
are there any pills on it? :: tem algumas pílulas aí?
why am I always leaking fuel? :: porque estou sempre com o combustível em baixa?

Things I’ve never done before :: Coisas que nunca fiz antes
all those places I've never been to :: todos os lugares para os quais nunca fui
suddenly come on my way, and try to pull me downs :: subitamente vindo em meu caminho, e tentando me botar pra baixo
there's chaos everywhere and I stopped keeping track :: onde há caos em todo lugar e parei de serguir por esta via
of the one that always held me back. :: daquele que sempre me ajudou a voltar.

:: FUNDAMENTALIST :: FUNDAMENTALISTA ::
When I wake up I'm lying in a pool of blood :: Quando acordei, eu estava deitada em uma poça de sangue
the game is ruined. alright :: o jogo está acabado, tudo bem
Failures gave me a few good lessons :: Falhas me deram algumas boas lições
Won’t hesitate to fight :: Não vou hesitar em lutar

so I scream, scream, it's nobody else's dream :: então eu grito, grito, não é o sonho de mais ninguém
gonna live my life the only way I can. :: vou viver minha vida da única maneira que eu posso.
And nobody can stop me :: E ninguém pode me parar
cuz nobody will understand :: porque ninguém vai entender

I set free the fundamentalist in me :: Eu liberto a fundamentalista em mim
won’t wash my mouth with soap :: não vai lavar a minha boca com sabão?
I've got goals and scoring power :: Marquei alguns pontos e marcando o poder
my blood is my dope :: meu sangue é uma droga

I set free the fundamentalist in me :: Eu liberto a fundamentalista em mim

And now this day rolled by in a blur of pleasure :: E agora neste dia rolada por uma falta de prazer
It allows me to see myself afresh :: Isso me permite me ver sem frescuras
Don’t care about the dread that's coming :: Não se preocupe com o horror que está vindo
Cuz life’s a blast :: Porque a vida é uma explosão

:: NO WAY :: SEM CHANCE ::
I cry before an open door :: Eu choro depois de uma porta abeta
democracy don't live anymore :: a democracia não está mais viva
she left without a trace :: ela sumiu sem rastros
those funny feelings when I kissed her :: aqueles sentimentos felizes de quando a beijei
when I had her and I ditched her :: quando eu a tive e me livrei dela
suddenly seem misplaced :: subitamente pareceram fora do lugar

it's a cold war. a closed door :: é uma guerra fria. uma porta fechada
when someone speaks out for me :: quando alguém me diz
I lost the chance to give my views :: que eu perdi a chance de dar minhas opiniões
I’m sick. I have to be renewed :: eu fico doente. tenho que estar renovada

and there's no way, no way :: e não tem chance, sem chance
to let the sun shine in today :: para deixar o sol brilhar hoje
to give you back another day :: de te devolver outro dia
to have you pushing me away :: te ter você me puxando

where's the action when I need it :: quando acontece a ação que eu preciso
I should get out and bleed :: eu deveria me revelar e sangrar
Cuz it never comes for free :: Porque nada vem de graça
Burning eyes. burning lungs :: Olhos que queimam, pulmões que queimam
Censorship for burning tongues :: Censores com línguas que queimam
that can never speak again. :: que nunca podem falar novamente

:: SO SORRY SONG :: CANÇÃO DE “EU LAMENTO” ::
He was waiting at the corner :: Ele estava esperando na esquina
He was waiting night and day :: Ele estava esperando noite e dia
For that moment, she would come out :: Por aquele momento, que ela sairia
He would ask her right away :: Ele perguntaria direto a ela

There she was :: Onde ela estava
He said hey, :: Ele disse “hey”
how are you doing :: “como você está?”
She said ok :: Ela disse “ok”

A so sorry song, but I'm not the one for you :: Uma canção de "eu lamento" mas não sou aquela pra você
Cuz I like girls like me and I hate boys like you :: Porque gosto de garotas como eu e odeio caras como você

:: FLIPPIN' USA :: SACUDINDO OS EUA ::
Now there's this girl, on the other side of the ocean :: Agora existe esta agora, no outro lado do oceano
She's into poetry in motion :: Ela está na poesia do movimento
Doing all kinds of drugs :: Consumindo todos os tipos de drogas
They keep her running, moving forward :: Elas a mantém correndo, movendo-se rápido
Now stepping backward, only go on :: Agora passeando pelo quintal, somente indo
Till they're gone and she's all lost :: Até que ela se vá e ela está completamente só
She is cool, but a fool :: Ela é legal, mas é uma idiota
Doing anything, doesn't follow rules :: Fazendo qualquer coisa, não segue as regras
And there's no connection :: E não há conexão
She's feeling lost, feeling blue :: Ela está se sentindo perdida, se sentindo triste
Feeling anyway you wanther to :: Se sentindo de alguma forma que você [wanther]
And there's no way out :: E não há como escapar
And she’s never been out of town :: E ela nunca esteve fora da cidade
Cuz that would only bring her down :: Pois só o que a mataria
And she only wants to stay up high :: E ela só quer ficar no alto
She is cool, but a fool :: Ela é legal, mas é uma idiota
Doing anything, doesn't follow rules :: Fazendo qualquer coisa, não segue as regras
And there's no way out :: E não há como escapar

:: COUPLE TURN OFF :: CASAL ENTENDIADO ::
Hope you can hear me though you're far away ::
Thinking of you it seems like yesterday ::
Hung yourself tightly on a rope ::
Jumped in front of a train ::
And we had such fun but that's all in the past ::
Somehow i knew it wouldn' last ::
Shot yourself. then you od'd ::
What's wrong with me ::

And you said. don't hate me. just don't bother at all ::
Now help me. cuz I'm spaced out ::

Thinking how we made out in the park ::
Holding hands strolling in the dark ::
Fell from a ladder. jumped off the roof ::
What were you trying to proof ::
And you said give me another bottle of beer ::
Give it now. I want it right here ::
You git bottom I looked up ::
No way to stop you ::

Write your feelings in a song. cuz you change on and on :: Escreva seus sentimentos em uma canção. porque você mudar e mudar
One moment this . the other that :: Um momento este, o outro aquele
I never know what I get. ::
Do you see with this behavior. you will get in hell for free ::
Together with me. ::
Don't hate me. now help me. ::

:: Nº 1 ::
Hey are you blind? why don’t you see me? :: Hey, você está cego? por que você não consegue me ver?
I’m standing right in front of you. you better believe me :: Estou esperando bem aqui na sua frente. é melhor você acreditar em mim
Hey are deaf? why can't you hear me? :: hey, está surda? por que você não consegue me escutar?
I’m screaming right into you ear. better believe me :: Estou gritando em seu ouvido. é melhor você acreditar em mim

success sucks ass :: sucesso chupa rabo

Don’t you know. where the fuck you wanna go? :: Você não sabe, onde é o caralho você quer ir
I'll Help you out. you'll be mine tonight :: Eu vou te ajudar, você sera minha esta noite
and now I see just what you're planning :: e agora eu vejo só o que você está planejando
and what you claim to be: nº.1? :: e o que você que diz ser o nº. 1?

success sucks ass :: sucesso chupa rabo

I wanna know what made you grow :: Eu quero saber e te fazer crescer
so tall that you don't see me :: tão alto que você não me vê
my status shifts and I like this bit :: meu status muda e gusto desta merda
cuz I can see right through you :: porque posso ver muito bem através de você
your party's huge. your memory small :: sua grande festa, sua memória pequena
Cuz suddenly you don’t remember me at all :: Pois subitamente você não consegue lembrar de mim de modo algum
where we used to drink. now you’re gonna drown :: onde costumávamos beber. agora você vai afundar
cuz you have turned into some asshole clown. :: pois você se tornou um maldito palhaço cuzão

:: LITTLE LESS DRUNK :: UM POUCO MENOS BÊBADA ::
“Well”, this girl, “she told me we went out” :: “Bem”, esta garota, “ela me me disse que saímos”
She told me it was way past midnight :: Ela me contou desta maneira na última madrugada
right before bedtime :: cera antes de dormir
She said that we were kissing :: Ela disse que estávamos nos beijando
And maybe even more :: E talvez muito mais
And that she dragged me for that Fab.D song :: E ele me puxou para uma canção do Fab. D
right on to the dance floor :: certo para o salão de dance
Said I spilled some beer and that she licked it off :: Disse que eu derramei um pouco de bebida e que ela o lambeu
Oh, it must have been an evening full of love :: Oh, deve ter sido uma noite cheia de amor

So tell me baby :: Então me diga, baby
It is ok that maybe :: Que isso talvez esteja ok
We can do it all over again :: Nós podemos fazer tudo outra vez
Just to make sure baby :: Apenas para ter certeza, baby
That this time, maybe :: Que desta vez, talvez
I'll get a little less drunk :: Eu vou conseguir ficar um pouco menos bêbada

“Well”, this girl, “she told me we went out” :: “Bem”, esta garota, “ela me me disse que saímos”
She told me it was way past bedtime :: Ela me contou desta maneira na hora de dormir
right before sunlight :: direito antes da luz do sol
She said that we were kissing :: Ela disse que estávamos nos beijando
And maybe even more :: E talvez mesmo mais
And that she helped me when I passed out :: E que ela me ajudou quando eu apaguei
Right on to her kitchenfloor :: Bem lá no chão da cozinha
She said I threw up my tea :: Ela disse que eu derrubei meu chá
And that she licked it off :: E que ela o lambeu
Oh, it must have been an morning full of love :: Oh, deve ter sido uma manhã cheia de amor

So tell me baby :: Então me diga, baby
It is ok that maybe :: Que isso talvez esteja ok
We can do it all over again :: Nós podemos fazer tudo outra vez
Just to make sure baby :: Apenas para ter certeza, baby
That this time, maybe :: Que desta vez, talvez
I'll get a little less drunk :: Eu vou conseguir ficar um pouco menos bêbada
I'll get a little less drunk :: Eu vou conseguir ficar um pouco menos bêbada

I'll get a little less drunk :: Eu vou conseguir ficar um pouco menos bêbada
I'll get a little less :: Eu vou conseguir ficar um pouco menos
I'll get a little less :: Eu vou conseguir ficar um pouco menos
I'll get a little less drunk :: Eu vou conseguir ficar um pouco menos bêbada
I'll get a little less :: Eu vou conseguir ficar um pouco menos
I'll get a little less :: Eu vou conseguir ficar um pouco menos
I'll get a little less drunk :: Eu vou conseguir ficar um pouco menos bêbada
I'll get a little, little, little, little :: Eu vou conseguir ficar um pouco, pouco, pouco, pouco
less drunk :: menos bêbada

:: JESTER :: BOBO ::
I watch the world :: Eu vejo o mundo
I see their Gods :: Eu vejo os Deuses deles
they're coming out :: eles estão vindo
to eat the lot when people are saying -things will get :: comer o destino quando as pessoas estão dizendo coisas que conseguirão
better now :: agora é melhor
down on the streets. I see them coming :: descer as ruas. Eu os vejo vindo
down on the roads. I see them fall :: pelas estradas. Eu os vejo cair
but I don't think God will take care of them all :: mas eu não acho que Deus vá cuidar de todos eles
those guys lying everywhere :: aquelas armas jogadas por todos os lugares
as if life is a picknick :: como se a vida fosse um piquenique
with croissants and guns and once in a while :: com croissants e armas e uma vez por enquanto
you have to kick it :: você tem que chutar
when bains go sour :: quando [bains] azedam
I hate to see that :: Eu odeio ver isso
you're on your own. no Superman to help you out :: você dentro de si próprio. Nenhum Superman pra ate ajudar
when it comes down to the call :: quando vem atender o chamado
when guns guns rot and bodies decay :: quando armas armas e corpos caem
and politicians waste away :: e politicos enfraquecem
your mind goes blurry on the jester that took you there :: sua mente se torna borrada ao projétil que te pegou lá
Do you see how much more the costs :: Você vê o quanto mais as costas
and did you learn about life that's lost :: e você aprendeu sobre a vida que é perdida?
is it any wonder :: é alguma maravilha?
why god won't come down? :: porque deus não pode vir?
We’re stinking up the world :: Estamos fazendo o mundo ficar fedido
we ruined it all! :: nós arruinamos tudo!

:: BULLET :: PROJÉTIL ::
So many times you've broken down :: Tantas vezes você foi quebrado
You tried to laugh but were the clown :: Você tentou rir mas era o palhaço
Of a bankrupt circus moving onward :: De um circo falido se movendo para frente
They must have seen it in your eyes :: Eles deviam ter visto em seus olhos
That the anger and the spite :: Que a raiva e o rancor
Flushed your little life away :: Levaram sua pequena vida embora
And there’s fighting in the streets. :: E há luta nas ruas
It seems that’s :: Parece que
all you ever need :: tudo o que você já precisou
To prove you're in control. :: Provar que você está no controle
The lights will soon go down on you. :: As luzes logo irão até você
The end is near, what can you do? :: O fim está próximo, o que você pode fazer?
When the stage is set right here for you :: Quando o estágio é [set right] aqui pra você

Gotta keep that bullet down. bushranger :: Tem que abaixar a arma, guarda florestal do bosque

Charlton Heston on tv :: Charlton Heston na tv
Promotes the guns bigotry :: Promove o fanatismo pelas armas
You eat their words cuz you're hungry for more :: Você come as palavras deles pois você está faminto por mais
But that bullet in your chest :: Mas aquele projétil em sua testa
Will make sure that you can rest :: Vai te fazer crer que você pode descansar
Long enough to start thinking :: Tempo suficiente para começar a pensar

Gotta keep that bullet down. bushranger :: Tem que abaixar a arma, guarda florestal do bosque

:: MEDIA MEDUSA :: MEDUSA MÉDIA ::
when do you learn to keep you mouth shut :: quando você aprende a manter a boca fechada?
you left me at the edge :: você me deixa no limite
your stupid words that don’t mean shit to noone :: suas palavras estúpidas não significam merda alguma pra ninguém
keep on banging in my head :: continue balançando minha cabeça

the media medusa :: a medusa média
shakes in my head :: agita minha cabeça
the media medusa :: a medusa média
brainwash until I'm dead :: me faz lavagem cerebral até que eu esteja morta

back on the couch :: de volta ao sofá
I watch TV :: eu vejo TV
I see they’re after me :: eu os vjeo antes de mim
they show me I should be afraid :: eles me mostram que eu deveria estar com medo
of whoever is different :: daqueles que são diferentes

the media medusa :: a medusa média
shakes in my head :: agita minha cabeça
the media medusa :: a medusa média
brainwash until I’m dead :: me faz lavagem cerebral até que eu esteja morta

Now I’m out of control :: Agora estou for a de contole
where I don't wanna go :: anode eu não quero ir



:: :: :: até à próxima :: :: ::

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

QUEM DIRIA...! PROFESSORA ANDRÉIA!

em 12 de fevereiro de 2008
23:31:48
Espero que vocês tenham gostado da postagem anterior! Acreditem, eu ainda me sinto feliz pra caralho só de lembrar que finalmente consegui postar aquelas letras! Eu tava até conversando com a [Cassie] Fishface enquanto postava, sobre o quanto eu achava que as letras do [álbum] Stonewall... eram tristes e pra baixo, mas não tão tristes e pra baixo assim do jeito que são, vide “Clothes of Sand, “The Ballad of Sad Young Men”, Somewhere in my Broken Heart, The Heart of the Matter (é impossível eu não lembrar da japinha que em destroçou em mil pedaços quando ouço esse som!) e “Close the Door Lightly When You Go”. É, também tem umas letras (como dizer?) “pra cima”, como “Love Is”, “Cherish (que é um dos grandes sucessos da MADONNA, pra quem não sabe, e é do álbum Like a Prayer, de 1989), Miss Celie’s Blues”, “If Tomorrow Never Comes (ler o comentário para “The Heart of the Matter, que é o mesmo pra essa canção), “Paper of Pins (que eu usei até como depoimento do Orkut pro Roger e pra Rafinha, namorada dele) e a canção-tema do desenho da Disney Pinóquio e é morta de conhecida, When You Wish Upon A Star, que já foi regravada até pelo Gene Simmons, baixista-vocalista do KISS. Também tem a letra de “Send in the Clowns, que abre o álbum, que não parece ter sentido algum, eu acho que, além do Stephen Sondhein, só o Renato conseguia ver algum sentido nessa letra, que pra mim não tem nem pé nem cabeça, tal qual as letras de muitas bandas de metal melódico e black metal e metal sinfônico e essas porras aí.
Tô correndo atrás das letras do Equilíbrio Distante, de 1995, e do O Último Solo, de 1997. Assim que elas estiverem prontas para serem postadas, elas serão!


A propósito, a algumas horas atrás, acabei de receber de uma das minhas melhores amigas, aquela que pode ser a melhor notícia que eu poderia receber esta semana. Minha amiga Carla Cristina Saraiva da Silva, depois de penar e procurar bastante e rezar – com todo o seu coração! – finalmente arrumou um emprego. Deus finalmente ouviu as preces dela e a concedeu com um emprego! Deus, você é o cara! Carlinha, parabéns. Eu quero que todos saibam o quanto estou feliz por ela ter finalmente conseguido!



O motivo desta postagem estar sendo escrita é.... Bom, lá na Micro [Microcamp], eu sempre via a Prof.ª Andréia, do ABC [o curso de língua inglesa ofertado pela Micro – e foi de lá que conheci a Ivone (ver as postagens one more to Ivone e Poema Para Ivone) e a Larissa], que, apesar de sempre ter me tratado muitíssimo bem e respeitosamente e sempre ter sido atenciosa comigo quando vou tirar alguma dúvida com relação à língua inglesa, sempre me pareceu um tanto sisuda e com aspecto pétreo, devido eu nunca tê-la visto rir e/ou sorrir.
E, hoje, depois de completar a peregrinação [i.e.: pernada violenta!] do Centur para a Micro, quem vejo conversando com seus alunos, em “trajes civis” [i.e.: sem uniforme de trabalho] e rindo em alto e bom som com eles? Isso mesmo, a Prof.ª Andréia Pinho em questão!
Caaaaaaaaaaaaara.... realmente, ela é muito mais bonita rindo e em roupas esporte do que quando está em horário de trabalho, vestida como professora e de cara fechada. Quem diria, não é? Será que... não sei... Será que vou me apaixonar por ela que nem como me “apaixonei” pela Ivone quando a vi pela primeira vez? (se você não quiser enlouquecer, não tente entender como funciona realmente a cabeça e o coração de quem escreve poesia!). Além de passar um bom tempo conversando com o Nod, só pra poder ficar vendo-a rir e sorrir, pois não saberia quando teria outra oportunidade dessas!, foi legal também porque também fiquei olhando a Ivone Enkelin [Enkelin é da língua alemã e significa neta; como Neta é o último sobrenome dessa gata, achei que não ia ficar nada mal referir-me a ela assim aqui! espero que ela não me leve a mal por isso], já que nunca mais a tinha vista (a última vez? acho que foi no final de outubro, por aí). Ficar olhando pra ela, pra mim, é sempre muito, muito bom, mas, ao mesmo tempo, é foda. É o caso do “Te ver e não te querer é improvável, é impossível”, sabe?
Não é todo dia que você pode ver duas mulheres realmente lindas rindo assim, como quem não quer nada com nada na vida! E o melhor de tudo, de grátis!
Como no poema Lehrerin (para ler a postagem onde ele está postado, clique aqui!), será que falarei para a Prof.ª Andréia: “(...)a Professora é tão... / Ela é tão bonita. / Será que Ela não aceita: ser A Mulher Da Minha Vida? / é... é impressão minha ou Ela está / está muito mais bonita / do que a última vez que A vi? / (...) / Eu simplesmente não consigo não me encantar... / (...) / é condenável se apaixonar por alguém que se mal conhece? / (...) / Por favor, Professora: seja a Estrela que brilha no meu céu! / (...) / Eu imploro, Professora: seja minha Estrela-da-Manhã! / (...) / Professora, Professora, Professora: Seja a mulher da minha vida! / (...) / Sol de todos os meus dias! Estrelas de todas as minhas noites! / (...) / Professora!, Professora!, Professora!”. Vamos ver, né? Depois que ela ler esta postagem, qual será a reação dela? Tomara que ela não queira me matar e/ou me trucidar por causa disso (mas que ela é muitíssimo mais bonita rindo e em roupas esporte do que quando está em horário de trabalho, vestida como professora e de cara fechada, isso ela é sim!).

“Felicidade é permitir, aos nossos olhos, vestir de beleza a nossa admiração.”
Walter Grando
(pois é, né? esta [frase] até que tem muito a ver com a rasgação de seda aqui feita para com Lehrerin Andréia)



preparem-se para as letras do What’s In A Name, de 2000, e do Club Matuchek, de 2003, do BAMBIX!!!!!


até a próxima postagem!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

THE STONEWALL CELEBRATION CONCERT

Aqui estão TODAS as letras do primeiro álbum solo do Renato Russo, chamado The Stonewall Celebration Concert, lançado em 1994, e suas respectivas traduções. Antes de qualquer coisa, eu gostaria muito de agradecer a Claudia Cecília Ramos de Carvalho por me ceder todas as letras originais (ou seja, ela me emprestou o CD, que já veio com o encarte, onde estavam as letras em questão), às amigas Lenina Elizabeth Silva, Cassie Gonsalves, Kawamoto Mayuimi e Sara Nakai e aos amigos JP Assunção e Marcelo Uchiha, por me arrumarem a maioria das traduções das letras (acreditem, caras – isso me poupou um bocado de trabalho!) e me ajudarem na tradução (das que eles não haviam feito) e/ou revisão final das outras! A verdade é que faz MUITO TEMPO que eu queria colocar essas letras aqui neste blog, e somente agora estou podendo faze-lo! Assim que possível, colocarei as letras do Equilíbrio Distante, de 1995, e do O Último Solo, de 1997.


So here they are!
Enjoy ‘em all!
(obs.: todas as letras abaixo foram digitadas
como estão no encarte do álbum do Renato, então não se espante se verem um “he” no lugar do “she” e um “him” e/ou “his” no lugar do “her”, o.k.?)

THE STONEWALL CELEBRATION CONCERT
1994

:: SEND IN THE CLOWNS :: Envie Pelos Palhaços ::
:: Stephen Sondhein ::
Isn’t the rich, we are a pair Não é o rico, somos um par
Me here at last on a ground Eu aqui permaneço como último neste lugar
You in mid-air Você no espaço do meio
Send in the clowns Envie pelos palhaços

Isn’t the bliss, don’t you approve Não é a alegria, você não aprova
One who keeps fearing around Aquele que mantém seu receio
One who can’t move Aquele que não pode se mover?
Where are the clowns Onde estão os palhaços?
Send in the clowns Envie pelos palhaços

Just when I’d stopped opening doors Apenas quando eu parei de abrir portas
Finally knowing the one I wanted Finalmente soube que quem eu queria
Was yours Era seu
Making my entrance again with me Fazendo minha entrada novamente comigo
Usual flair Instinto comum
Sure of my lies Certo de minhas mentiras
No one is there Não há ninguém ali

Don’t you love farce Você não ama uma farsa?
My fault I fear Meu defeito é ter medo
I thought that you’d want what I want, Eu achei que você queria o que eu quero
Sorry my dear Desculpe, meu querido
But where are the clowns Mas onde estão os palhaços?
There ought to be clowns Lá devia ter palhaços
Quick send in the clowns Rápido, mande pelos palhaços

What a surprise! Que surpresa!
Who could foresse Quem poderia prever
I’d come to feel about you O que eu viria a sentir por você
What you feel about me? O que você sente por mim?
Why only now when I see Porque somente agora quando eu vejo

That you drifted away? Que você se esvaiu?
What a surprise… Que surpresa…
What a cliché… Que cliché…

Isn’t the rich Não é o rico
Losing my timing with this fate Perdendo meu tempo com este destino
In my career. Em minha carreira.
And where are the clowns E onde estão os palhaços?
Quick send in the clowns Rápido, mande pelos palhaços
Don’t bother, they’re here Não se aborreça, eles estão aqui

:: CLOTHES OF SAND :: Roupas de Areia ::
:: Nick Drake ::
Who has dressed you in strange clothes of sand? Quem vestiu você nestas estranhas roupas de areia?
Who has taken you far from my land? Quem levou você para longe da minha terra?
Who has said my sayings were wrong? Quem disse que meus ditos eram errados?
And who will say that I stayed much too long? E quem dirá que eu fiquei por muito tempo?

Clothes of sand have covered my face Roupas de areia cobriram seu rosto
Given you meaning but taken my place Deram um significado a você, mas roubaram meu lugar
So make your way in down the sea Então faça seu caminho para o mar
Something has taken you so far from me Algo levou você para tão longe de mim

Can you return to from where you come Você pode retornar agora para o lugar de onde veio?
Try to burn your changing name Tente queimar seu nome inconstante
Or with silver spoons and colored night Ou com colheres de prata e luzes coloridas
Will you worship moons in winter night? Você irá venerar luas em noites de inverno?

Clothes of sand have covered my face Roupas de areia cobriram seu rosto
Given you meaning but taken my place Deram um significado a você, mas roubaram meu lugar
So make your way in down the sea Então faça seu caminho para o mar
Something has taken you so far from me Algo levou você para tão longe de mim

:: CATHEDRAL SONG :: Canção Da Catedral ::
:: Tanita Tikaram ::
I saw from the cathedral Eu vi da catedral
You were watching me Você estava me observando.
And I as from the cathedral E eu vi, da catedral
What I should be O que eu devia ser

So take my lies Então tome minhas mentiras
And take my time E tome meu tempo
‘Cause all the others want to take my life Pois todos os outros querem tirar minha vida

And I watch, with an intent basic E eu observo com uma intenção básica
It’s the same for you É o mesmo com você.
You hold your hand Você estende sua mão
And it’s all fine – laced and E está tudo bem – atado e
What would you make me do? O que você me obrigaria fazer?

So take my lies Então tome minhas mentiras
And take my time E tome meu tempo
‘Cause all the others want to take my life Pois todos os outros querem tirar minha vida

Serious for the winter time Séria para a época de inverno
To wrench my soul Arrancar minha alma
Whole cotton whole cotton ears Toda de algodão, orelhas todas de algodão
But I know there must be Mas eu sei que deve haver
Yes, I know there must be Sim, eu sei que deve haver
Yes, I know there must be a place to go Sim, eu sei que deve haver um lugar para ir

You saw me, from the cathedral Você me viu, da catedral.
Well, I’m an ancient heart Bem, eu sou um coração antigo
Yes, you saw me from the cathedral Sim, você me viu, da catedral
And here we just falling apart Bem, aqui estamos nós, simplesmente caindo aos pedaços

You catch me Você me segura
I am tired Eu estou cansada
I want all that you are Eu quero tudo que você é
You were leaving me Você estava me deixando
You could not see to see Você não podia ver para ver

So take my lies Então tome minhas mentiras
And take my time E tome meu tempo
‘Cause all the others want to take my life Pois todos os outros querem tirar minha vida

:: LOVE IS :: Amar É ::
:: Kate + Anna + Jane McCarrigle ::
Love is a shiny car Amor é um carro brilhante
Love is a steel guitar Amor é um violão de aço
Love is a battle scar Amor é uma cicatriz de batalha
Love is as the morning star Amor é a estrela da manhã

Love is twelve-bar blues Amor é um blues de doze compassos
Love is your blue shoede shoes Amor é seus sapatos azuis de camurça
Love is a heart abused Amor é um coração abusado
Love is a mind confused Amor é uma mente confundida

Love is the pleasures untold Amor é os prazeres não contados
And for some love is a till a band of gold E para um pouco de amor é ainda uma faixa de ouro
My love has no reason has no rhyme Meu amor tem nenhuma razão não tem nenhuma rima
My love crossed the doubled line Meu amor cruzou a linha dobrada

Love is a minor chord Amor é um acorde menor
Love is a mental ward Amor é um pupilo mental
Love is a drawn sword Amor é uma espada tirada
Love it’s the own reward Amor é a própria recompensa

Love is the pleasures untold Amor é os prazeres não contados
And for some love is a till a band of gold E para um pouco de amor é ainda uma faixa de ouro
My love has readon has no rhyme Meu amor tem nenhuma razão não tem nenhuma rima
My love crossed the doubled line Meu amor cruzou a linha dobrada

:: CHERISH :: Adorar ::
:: Madonna / Patrick Leonard ::
So tired of broken hearts, of losing this game Tão cansado de corações quebrados, de perder nesse jogo
Before I start this dance Antes de começar esta dança
I take a chance to telling you Estou aproveitando esta oportunidade de dizer a você
I want more than just a romance Que eu quero mais que só romance
You are my destiny, I can’t let you go baby Você é meu destino, não posso deixá-lo partir, meu bem
Can’t you see Você não vê?
Cupid please take your aim at me Cupido, por favor, acerte sua flecha em mim

Cherish the thought :: Adoro o pensamento
Of always having you by my side :: De sempre tê-lo aqui ao meu lado
Cherish the joy :: Adoro a alegria
You keep bringing to my life :: Que você continua trazendo para a minha vida
Cherish your strength :: Adoro sua força
You got to power to make me feel good :: Você tem o poder de me fazer sentir bem
Perish the thought :: Excluo o pensamento
Of ever leaving – I never would :: De deixá-lo – eu nunca poderia
I was never satisfied with casual encounters :: Eu nunca estava satisfeito com encontros casuais
I can’t hide the need for two hearts that I blend with burning love :: Não consigo esconder a necessidade de dois corações que sangram com um amor flamejante
That’s the way it’s got to be :: É assim que deve ser
Romeo and Juliet, they never fell this I bet :: Romeu e Julieta, eles nunca se sentiram assim, eu aposto
So don’t underestimate my point of view :: Então não subestime meu ponto de vista
Cherish the thought :: Adoro o pensamento
Of always having you by my side :: De sempre tê-lo aqui ao meu lado
Cherish the joy :: Adoro a alegria
You keep bringing to my life :: Que você continua trazendo para a minha vida
Cherish your strength :: Adoro sua força
You got to power to make me feel good :: Você tem o poder de me fazer sentir bem
Perish the thought :: Excluo o pensamento
Of ever leaving – I never would :: De deixá-lo – eu nunca poderia
Who? You! Can’t get away, I won’t let you :: Quem? Você! Não pode se afastar, eu não permitirei
Who? You! I could never forget you :: Quem? Você! Eu nunca poderia te esquecer
Cherish is the word I use to remind me of... your love :: Adorar é a palavra que eu uso para me lembrar do... seu amor
Romeo and Juliet, they never fell this I bet :: Romeu e Julieta, eles nunca se sentiram assim, eu aposto

So don’t underestimate my point of view :: Então não subestime meu ponto de vista

Give me strength :: Dê-me força
Give me joy my boy :: Dê-me alegria, meu garoto
I will always :: Eu irei sempre
Cherish you :: Adorar você

:: MISS CELIE'S BLUES :: Canção Para Senhorita Celie ::
:: Quincy Jones / Rod Temperton / Lionel Ritche ::
Sister, you’re been on my mind :: Irmã, você tem estado na minha cabeça
Sister, we’re two of a kind :: Irmã, nós somos dois do mesmo tipo
So sister, I’m keepin’ my eyes on you :: Então, irmã, estou mantendo meus olhos em você
I beacha think I don’t know nothinh’ :: Aposto que você pensa que eu não sei nada
But singin’ the blues :: Além de cantar blues
Oh sister, have I got news for you :: Oh, irmã, tenho novidades para você
I’m somethin’ :: Sou algo
I hope you think that you’re somethin’ too :: Espero que você pense que é algo também
Scuffin’, I been up that you’re somethin’ too :: Lutando, tenho estado naquela estrada solitária
And I’ve seen a lot of suns goin’ down :: E tenho visto muitos sóis se pondo
Oh, but trust me :: Oh, mas me acredite
No low life’s gonna run me around :: Nenhuma vida baixa vai me pôr para correr
So let me tell you somethin’ sister :: Então, deixe-me dizer algo, irmã
Remember my name :: Lembre-se do seu nome
No twister, gonna steal you stuff away :: Sem reviravoltas, nada vai levar o que é seu
My sister :: Minha irmã
So’ ain’t got a whole lot a time :: Então balance seus brilhos
Sister :: Irmã
‘cause honey I sure is feelin’ time :: Pois tenho certeza que meu doce está se sentindo melhor

:: THE BALLAD OF SAD YOUNG MEN :: A Balada Dos Rapazes Tristes ::
:: Tommy Wolf / Fran Landesman ::
Sing a song of sad young men :: Cante uma canção para os rapazes tristes
Glasses full of rye :: Copos cheios de rye
All the news is bad again so :: Todas as novidades são tristes novamente
Kiss your dreams goodbye :: Despeça-se de seus sonhos

All the sad young men sitting in the bars :: Todos os rapazes tristes sentando nos bares
Knowing neon nights missing all the stars :: Conhecendo noites néon, sentindo falta das estrelas
All that sad young men drifting though the town :: Todos os rapazes tristes vagueando pela cidade
Drinking up the night trying not to drown :: Bebendo noite adentro, tentando não afundar
All the sad young men singing in the cold :: Todos os rapazes tristes cantando no frio
Trying to forget that they’re getting old :: Tentando esquecer que eles envelheceram
All the sad young men choking on their youth :: Todos os rapazes tristes se engasgando na sua juventude
Trying ti be brave, running from the truth :: Tentando ser bravos, correndo da verdade
Autumn turns the leaves to gold :: O outono faz as folhas ficarem douradas
Slowly dies the heart :: O coração morre lentamente
Sad young men are growing old :: Os rapazes tristes estão envelhecendo
And that’s the cruelest part :: E essa é a parte mais cruel
All the sad young men seek a certain smile :: Todos os rapazes tristes procuram um certo sorriso
Someone they can hold for a little while :: Alguém a quem eles podem abraçar por um momento
Tired little girl does the best she can :: A mocinha cansada faz o melhor que pode
Trying to be gay to the sad young man :: Tentando ser feliz para o seu rapaz triste
While the gimmy moon watches from above :: Enquanto a lua suja olha de cima
All the sad young men play of making love :: Todos os rapazes tristes brincam de fazer amor
Misbegotten moon shines for the sad young men :: A lua inventada brilha para os rapazes tristes
Let your gentle light guide them home tonight :: Deixe sua luz gentil guiá-los para casa hoje à noite
All the sad young men. :: Todos os rapazes tristes.

:: IF I LOVED YOU :: Se Eu Amasse Você ::
:: Richard Rodgers / Oscar Hammerstein II ::
If I loved you :: Se eu amasse você
Time and again :: Repetidamente
I would try to say :: Eu tentaria dizer
All I’d want to know :: Tudo o que eu queria que você soubesse
If I loved you :: Se eu amasse você
Words wouldn’t come in an :: As palavras não viriam de um
Easy way :: Jeito fácil
Round in circles I’d go :: Ao redor de círculos eu andaria
Longing to tell you :: Desejando dizer a você
But afraid and shy :: Mas com medo e tímido
I’d let my golden shoes :: Eu deixaria minhas chances douradas
Pass me by :: Passarem por mim
Soon you’d leave me :: Em breve você me deixaria
Of would you go :: Para longe você iria
In the mist of day :: No vapor do dia
Never never :: Nunca nunca
To know :: Saberia
How I loved you :: Quanto eu amei você
If I loved you :: Se eu amasse você
You :: Você

:: AND SO IT GOES :: E Então Vai ::
:: Billy Joel ::
In every heart there is a room :: Em cada coração há um lugar
A sanctuary safe and young :: Um santuário seguro e conservado
To heal the wounds from lovers part :: Para curar os amantes das feridas do passado
Until a new one comes along :: Até um novo amor aparecer

I spoke to you in caution tones :: Eu falei com você em tons baixos
You answered me with no pretense :: Você me respondeu sem pretensão
And still I feel said so much :: E ainda sinto que falei demais
My silence is my self defense :: Meu silêncio é minha auto-defesa

And every time I’ve held a rose :: E cada vez que colhia uma rosa
It seemsI only felt the thorns :: Parecia que só sentia os espinhos
And so it goes, and so it goes :: E então vai, e então vai
And so will you soon I suppose :: E em breve você vai, suponho

But if my silence made you leave :: Mas se o meu silêncio te fez ir embora
Then that would be my worst mistake :: Esse teria sido o meu pior erro
So I will share this room with you :: Então compartilharei esse lugar com você
And you can have this heart to break :: E você pode ter este coração para quebrar

And this is the why my eyes are closed :: E essa é a razão dos meus olhos estarem fechados
It’s just as well for all I’ve seen :: Eles estão assim apenas para tudo que eu vi
And so it goes, and so it goes :: E então vai, e então vai
You are the one who known :: E você é único que sabe

So I would choose to be with you :: Então eu escolheria ficar com você
That’s if the choice were mine to make :: Se a escolha fosse minha
But you make decisions too :: Mas você pode fazer decisões também
And you can have this heart to break :: E você pode ter este coração para quebrar

And so it goes, and so it goes :: E então vai, e então vai
You are the one who known :: E você é único que sabe

:: I GET ALONG WITHOUT YOU VERY WELL :: Eu Continuo Muito Bem Sem Você ::
:: Hoagy Carmichael ::
I get along without very well :: Eu continuo muito bem sem você
Of course I do :: Claro que sim
Except when soft rain falls :: Exceto quando a chuva fina cai
And drip from leaves then I recall :: E goteja das folhas*, então me lembro
The thrill of being sheffered in your arms :: A emoção de estar protegido nos seus braços
Of course I do :: Claro que sim
But I get along without you very well :: Eu me viro muito bem sem você

I’ve forgotten you just like I should :: Eu esqueci você como deveria
Of course I do :: Claro que sim
Except to hear your name :: Exceto ao escutar seu nome
Or someone’s laugh that is the same :: Ou o riso de outra pessoa que é igual**
But I’ve forgotten you just like I should :: Mas eu esqueci você como deveria

What a guy, what a fool am I :: Que cara, que tolo eu sou
To think my breaking heart could kid the moon :: De pensar que meu coração quebrado poderia enganar a lua
What’s in store, should I phone once more? :: O que está para acontecer, eu deveria ligar mais uma vez?
No it’s best that I stick to my tune :: Não, é melhor me manter na minha melodia

I get along without you very well :: Eu me viro muito bem sem você
Of course I do :: Claro que sim
Except perhaps in spring :: Exceto talvez na primavera
But that would surely break my heart in two :: Porque isso certamente quebraria meu coração em dois
* ele fala do gotejar das folhas das plantas!
** aqui, o sentido completo da frase é “ou o riso de outra pessoa que é igual ao seu”

:: SOMEWHERE IN MY BROKEN HEART :: Algum Lugar Em Meu Corção Partido ::
:: Billy Dean / Richard Leigh ::
You made up your mind it was time it was over :: Você se convenceu que era tempo de acabar
After we had come so far :: Depois de termos chegado tão longe
But I think there’s enough pieces of forgiveness :: Mas eu acho que há pedaços suficientes de perdão

I would not have chosen the road you have taken :: Eu não teria escolhido a estrada que você pegou
It has left us miles apart :: Ela nos deixaria a milhas distantes
But I think I can find the will to keep going :: Mas eu acho que ainda posso encontrar a vontade de continuar caminhando
Somewhere of my broken heart :: Em algum lugar dentro do meu coração quebrado

So fly, go ahead and fly :: Então voe, vá em frente e voe
Until you find out who you are :: Até que você descubra quem você é
I will keep my love unspoken :: Eu manterei meu amor oculto
Somewhere of my broken heart :: Em algum lugar dentro do meu coração quebrado

I hope that in time you will find that you long for :: Espero que, com o tempo, você encontre aquilo que procura
Love that’s written the stars :: O amor é aquilo que está escrito nas estrelas
And when you finally do I think you will see it’s :: E quando você finalmente encontrar, acho que você verá que ele está
Somewhere in my broken heart :: Em algum lugar dentro do meu coração quebrado

I hope that in time you will find that you long for :: Espero que, com o tempo, você encontre aquilo que procura
Love that’s written the stars :: O amor é aquilo que está escrito nas estrelas
And when you finally do I think you will see it’s :: E quando você finalmente encontrar, acho que você verá que ele está
Somewhere in my broken heart :: Em algum lugar dentro do meu coração quebrado

I hope that in time you will find that you long for :: Espero que, com o tempo, você encontre aquilo que procura
Love that’s written the stars :: O amor é aquilo que está escrito nas estrelas
And when you finally do I think you will see it’s :: E quando você finalmente encontrar, acho que você verá que ele está
Somewhere in my broken heart :: Em algum lugar dentro do meu coração quebrado

:: IF YOU SEE HIM, SAY HELLO :: Se Você Ve-lô, Diga Olá ::
:: Bob Dylan ::
If you see him, say hello, he might in Tangier :: Se você o vir, diga olá, ele deve estar no Tangier
He left here last early spring, is livin’ there, I hear :: Ele partiu na última primavera, está vivendo lá, ouvi dizer
Say for me that I’m all right though thrings get kind of slow :: Diga por mim que eu estou bem apesar de que as coisas tenham ficado um tanto lentas
He might think I’ve forgotten him, don’t tell him it isnt’ so :: Ele pode achar que eu o esqueci, não diga a ele que não foi

We had a falling-out, like lovers often will :: Nós rompemos, como amantes geralmente fazem
And to think of how he left that might, it still brings me a chill :: E pensar em como ele partiu naquela noite, ainda me traz calafrios
And though our separation, it pieced me to the heart :: E apesar da nossa separação, que me cortou o coração
He still lives inside of me, we’ve never been apart :: Ele ainda vive dentro de mim, nós nunca estivemos separados

If you get close to him, kiss him once for me :: Se você se aproximar dele, beije-o uma vez por mim
I always have respected him for doing what he did and gettin’ me :: Eu sempre o respeitei por ele ter feito o que fez e ser livre
Oh, whatever makes him happy, :: Oh, o que quer que o faça feliz,
I won’t stand in the way :: Eu não impedirei
Though the bitter taste still lingers on from the night I tried to make him stay. :: Apesar de que o gosto amargo continue aqui da noite que eu tentei fazê-lo ficar

I see a lot of people as make the rounds :: Eu vejo muitas pessoas enquanto dou minhas voltas
And I hear his name here and there as I go from town to town :: E eu ouço seu nome aqui e lá enquanto vou de cidade em cidade
And I’ve never gotten used to it :: E eu nunca me acostumei com isso
I’ve just learned to turn it off :: Só aprendi a me desligar
Either I’m to sensitive or selse I’m gettin’ soft. :: Seja porque sou muito sensível ou porque estou ficando mais leve.

Sundown, yellow moon, I replay the past :: Pôr-do-sol, lua amarela, eu volto ao passado
I know every scene by heart, they all went by so far :: Eu sei cada cena decorada, elas passaram tão rápido
If he’s passin’ back this way :: Se ele estiver passado por aqui
I’m not that hard to find :: Não sou tão difícil de se achar
Tell him he can look me up if he’s got the time :: Diga a ele que pode me procurar se tiver algum tempo

:: IF TOMORROW NEVER COMES :: Se O Amanhã Nunca Vier ::
:: Garth Brooks Kent Blazy ::
Sometimes late at night :: Algumas vezes tarde da noite
I lie awake and watch him sleeping :: Eu me deito acordado e o vejo dormir
He’s is lost in peaceful dreams :: Ele está perdido entre calmos sonhos
So I turn off the lights and I lay there in the dark :: Então eu apago as luzes e me deito no escuro
And the thought crosses my mind :: E pensamentos cruzam minha mente
If I never wake up in the morning :: E se eu nunca acordar de manhã?
Would he ever doubt the way I feel :: Ele duvidaria do que eu sinto
About him in my heart :: Por ele em meu coração?

If tomorrow never comes :: Sobre se o amanhã nunca vier
He will know how much I loved him :: Ele saberá o quanto o amei,
Did I try in every way show him every day :: Tentei de todas as formas mostrá-lo todo dia
That he’s my only one :: Que ele é meu único
And if my time in earth were through :: Se meu tempo na Terra estiver acabado
And he must face the world without me :: E ele precisar encarar o mundo sem mim
And the love I gave him in the past :: É o amor que o dei no passado
Gonna be enough the last :: Será por fim o suficiente
If tomorrow never comes :: Se o amanhã nunca vir?

‘Cause I loved ones in my life :: Eu já perdi uns amores em minha vida
Who never knew ho much I loved them :: Que nunca souberam o quanto eu os amei
Now I live with regret :: Agora eu vivo com o remorso de que
That my true feeling for them never were revealed :: Meus verdadeiros sentimentos por eles nunca foram revelados
So I made a promise to myself :: Então eu fiz uma promessa a mim mesmo
To say each day how much he means to me :: Dizer a cada dia o quanto ele significa pra mim
And to avoid the circumstance :: E evitar a circunstância
When there’s no second chance to tell him how I feel :: Onde não há uma segunda chance para dizer a ele como eu sinto

So tell to someone that you love :: Então diga a quem você ama
Just what you’re thinking of :: Apenas o que você está pensando
If tomorrow never comes :: Sobre se o amanhã nunca vier

:: THE HEART OF THE MATTER :: O Coração Do Problema ::
:: Mike Campbell / Don Henley / John Dayvid Souther ::
I got the call today, I didn’t wanna hear :: Eu recebi a ligação hoje que eu não queria escutar
But I knew that I would come :: Mas eu sabia que ela viria
And old friend of ours was takin’ on my phone :: Um velho amigo nosso estava ao telefone
He said you found someone :: Ele disse que você encontrou alguém
And I thought of all the bad luck, and the struggles we went through :: E eu pensei em toda má sorte e buscas nas quais nos metemos
And how I lost me and you lost you :: E como eu me perdi e você se perdeu
What are these voices outside love’s open door :: O que são essas vozes? Do lado de fora o amor é uma porta aberta
Make us throw off our conttentment and bef for something more? :: Nos fazem jogar fora todo nosso contentamento e implorar por mais alguma coisa

I’m learning to live without you now :: Estou aprendendo a viver sem você agora
But I miss you sometimes :: Mas sinto sua falta às vezes
That more I know, the less I understand :: Quanto mais eu sei, menos eu entendo
All the things I knew, I’m learning again :: Todas as coisas que eu pensava que sabia, estou aprendendo outra vez

I’ve been tryin’ to get down to the heart of the matter :: Eu estive tentando me aproximar do coração do problema
But my flesh will gets weak and my thought seems to scatter :: Mas minha vontade da carne se enfraquece e meus pensamentos parecem esvaecer
But I think it’s about forgiveness :: Mas eu acho que é algo sobre perdão
Forgiveness :: Perdão
Even if, even if you don’t love anymore :: Ainda que, ainda que você não me ame mais

These times are so uncertain :: Esses tempos são tão incertos
There’s yearning undefined, people filled with rage Há um desejo indefinido, pessoas cheias de raiva
We all need a little tenderness :: Todos nós precisamos de um pouco de ternura
How can love survive in a such graceless age? :: Como pode o amor sobreviver numa época tão desgraçada?

The trust and self-assitance that lead to happiness :: A confiança e a auto-afirmação que nos guiam à felicidade
They’re the very things we kill, I guess :: Elas são as primeiras coisas que matamos, eu acho
Pride and competition cannot live these empty arms :: Orgulho e competição não podem preencher braços vazios
And the work I put between us doesn’t keep me warm :: E o trabalho que eu pus entre nós dois não me mantém aquecido

I’m learning to live without you now :: Estou aprendendo a viver sem você agora
But I miss you baby :: Mas sinto sua falta, meu bem
The more I know, the less I understand :: Quanto mais eu sei, menos eu entendo
All the thing I thought I’d figured out :: Todas as coisas que eu pensava ter resolvido

I have to learn again :: Tenho que aprender novamente
I’ve been tryin’ to get down to the heart of the matter :: Eu estive tentando me aproximar do coração do problema
But everything changes and my friends seem to scatter :: Mas tudo muda e meus amigos parecem sumir
But I think it’s about forgiveness :: Mas eu acho que é algo sobre perdão
Forgiveness :: Perdão
Even if, even if you don’t love anymore :: Ainda que, ainda que você não me ame mais

There are people in your life who’ve come and gone :: Há pessoas na sua vida que vêm e vão
They let you down and hurt your pride :: Elas deixam você para baixo e roubam seu orgulho
Better put it all behind you, the life goes on :: Melhor deixar isso tudo para trás; a vida continua
Your keep carryin’ that anger, it’ll eat up inside :: Você continua carregando aquela raiva, ssso vai comer você por dentro

I’ve been tryin’ to get down to the heart of the matter :: Eu estive tentando me aproximar do coração do problema
But my flesh will gets weak and my thought seems to scatter :: Mas minha vontade da carne se enfraquece e meus pensamentos parecem esvaecer
But I think it’s about forgiveness :: Mas eu acho que é algo sobre perdão
Forgiveness :: Perdão
Even if, even if you don’t love:: Ainda que, ainda que você não me ame

I’ve been tryin’ to get down to the heart of the matter :: Eu estive tentando me aproximar do coração do problema
But my flesh will gets weak and the ashes will scatter :: Porque minha carne se enfraquecerá e as cinzas irão esvaecer
But I think it’s about forgiveness :: Mas eu acho que é algo sobre perdão
Forgiveness :: Perdão
Even if, even if you don’t love anymore :: Ainda que, ainda que você não me ame mais

:: OLD FRIEND :: Velho Amigo ::
:: Nancy Ford / Gretchen Cryer ::
Everytime I’ve lost another love :: Toda vez que perco outro amor
I call up my old friend :: Eu ligo para o meu velho amigo
And I say let’s get together :: E eu digo: vamos nos ver
I’m under the weather :: Estou para baixo
Another love has suddenly come to and end :: Outro amor, de repente, chegou ao fim
And he listens as I tell him my sad story :: E ele escuta enquanto eu conto a ele minha triste história
And wonders at my taste in men :: E pondera o meu gosto em homens
And we wonder why I do it :: E nós pensamos por que eu faço isso
And the pain of getting throught it :: E a dor de passar por tal situação
And he laughs and says: “You’ll do it again!” :: E ele ri e diz: “você fará novamente!”
And we sit in a bar and talk till two :: E nós sentamos num bar e conversamos até às duas
‘Bout life and love as old friends do :: Sobre a vida e o amor como velhos amigos fazem
And tell each other what we’ve been through :: E contamos um ao outro pelo que temos passado
How love is rare, life is strange :: Como o amor é raro, a vida é estranha
Nothing lasts and people change :: Nada dura e as pessoas mudam
And I sak him if his life is ever lonely :: E eu pergunto se sua vida é sempre sozinha
And if he ever feels despair :: E se ele, alguma vez, se sente desolado
And he says he’s learned to love it :: E ele diz que aprendeu a amar isso
‘Cause that’s really all part of it :: Porque já faz parte da sua vida
And it hepls him feel the good times when they’re there :: E isso o ajuda a sentir os bons momentos quando ele os tem

And I wonder if I’ll live with any lover :: E nós ponderamos se eu viverei com outro amor
Or spend my life alone :: Ou se passarei minha vida sozinho
And it’s getting time for closing :: E está chegando a hora de fechar
So we figure that I’ll make it on my own :: Então nós concluímos que eu farei do meu próprio jeito

But we’ll meet the year we’re sixty-two :: Mas nós nos encontraremos no ano em que estivermos com 62
And travel the world as old friends do :: E viajaremos pelo mundo como velhos amigos fazem
And tell each other what we’ve been through :: E contaremos um ao outro pelo que temos passado
How love is rare, life is strange :: Como o amor é raro, a vida é estranha
Nothing lasts and people change :: Nada dura e as pessoas mudam

:: SAY ISN’T SO :: Então Não Diga ::
:: Irving Berlin ::
You can’t stop people from talking :: Você não pode impedir as pessoas de falarem
And they’re talking, my dear :: E elas estão falando, meu querido
And the thing they’re saying :: E as coisas que elas estão dizendo
Fill my heart with fear :: Enchem meu coração de medo
Now I could never believe them :: Agora eu nunca poderia acreditar nelas
When they say you’re false Quando elas dizem que você é falso
I know that they’re mistaken :: Eu sei que elas estão erradas
Still I want heaven if from you :: Ainda assim eu quero ouvir de você

Say it isn’t so :: Diga que não é
Say it isn’t so :: Diga que não é
Everyone is saying you don’t love me, say isn’t so :: Todos estão dizendo que você não me ama
Say isn’t so :: Diga que não é
Everywhere I go, everyone I know :: Em todos os lugares a que vou, todas as pessoas que conheço
Whispers that you’re growing tired of me, say isn’t so :: Sussurram que você está se cansando de mim, diga que não é

People say that you found somebody new :: As pessoas dizem que você encontrou alguém novo
And it won’t be long before you leave me :: E que não levará muito até que você me largue
Say isn’t so :: Diga que não é
Say that everything is still okay :: Diga que tudo ainda está bem
That’s all I want to know :: É tudo que quero saber
Ant what they’re saying, say isn’t so :: E o que estão dizendo, diga que não é

:: LET'S FACE THE MUSIC AND DANCE :: Vamos Encarar A Música E Dançar ::
:: Irving Berlin ::
There may be trouble ahead :: Podemos ter problemas à frente
But while there’s moonlight & music & romance :: Mas enquanto existir a luz da lua & música & romance
Let’s face the music and dance :: Vamos encarar a música e dançar

Before the flidders have fleed :: Antes os violinistas havim sumido
Before they ask us to pay the pill & while we still have a chance :: Antes que eles nos peçam para pagar a conta & enquanto ainda tivermos uma chance
Let’s face the music & dance :: Vamos encarar a música & dançar
Soon, we’ll be without the moon :: Logo, ficaremos sem a lua
Humming a different time & then there may be teardrops to shed :: Sussurrando em tempos diferentes & então podemos ter gotas de lágrimas para verter

But while there’s moonlight & music & romance, let’s face :: Mas enquanto existir a luz da lua & música & romance, vamos encarar
The music & dance :: A música & dançar
Let’s face the music & dance :: Vamos encarar a música & dançar

:: SOMEWHERE :: Algum Lugar ::
:: música de Leonard Bernstein ::
:: letra de Stephen Sondhein ::
Someday, somewhere :: Algum dia, em algum lugar
We’ll find a new way of living :: Encontraremos um novo jeito de viver
We’ll find a way of forgiving :: Encontraremos um jeito de perdoar
Somewhere :: Em algum lugar
There’s a place for us :: Há um lugar para nós
Peace and quiet and open air :: Paz e quietude e um local ao ar livre
Wait for us :: Esperam por nós
Somewhere :: Em algum lugar
There’s a time for us :: Há um momento para nós
Someday a time for us :: Algum dia uma chance para nós
Time together with time to spare :: Tempo junto com tempo para gastar
Time to learn :: Tempo para aprender
Time to care :: Tempo para se preocupar
Someday, somewhere :: Algum dia, em algum lugar
We’ll find a new way of living :: Encontraremos um novo jeito de viver
We’ll find a way of forgiving :: Encontraremos um jeito de perdoar
Somewhere :: Em algum lugar
There’s a place for us :: Há um lugar para nós
A time and a place for us :: Um tempo e um lugar para nós
Hold my hand and we’ll half there :: Segure minha mão e estaremos no meio do caminho
Hold my hand :: Segure minha mão
And I’ll take you there :: E levarei você lá
Somehow :: De algum modo
Someday, somewhere :: Algum dia, em algum lugar

:: PAPER OF PINS :: Papel Para Colocar Alfinetes* ::
:: tradicional ::
I’ll give to you this paper of pins :: Eu te darei este papel para colocar alfinetes
If that’s the way our love begins :: Se este for o modo de nosso amor começar
If you marry me, me, me :: Se você casar comigo, comigo, comigo
If you marry me. :: Se você casar comigo.

I’ll not accept your paper of pins:: Eu não aceito seu papel para colocar alfinetes
If that’s the way our love begins :: Se este for o modo de nosso amor começar
And I’m not marry you, you, you :: E eu não caso com você, você, você
No, I’m not marry you. :: Não, eu não caso com você.

I’ll give to you this dress of red :: Eu te darei este vestido vermelho
All stitched around with golden thread :: Todo costurado com linha dourada
If you marry me, me, me :: Se você casar comigo, comigo, comigo
If you marry me. :: Se você casar comigo.

I’ll not accept this dress of red :: Eu não aceito seu vestido vermelho
All stitched around with golden thread :: Todo costurado com linha dourada
And I’m not marry you, you, you :: E eu não caso com você, você, você
No, I’m not marry you. :: Não, eu não caso com você.

I’ll give to you this golden chest :: Eu te darei esa caixa dourada
So may have money at your request** :: Então vai poder ter dinheiro para seu pedido**
If you marry me, me, me :: Se você casar comigo, comigo, comigo
If you marry me. :: Se você casar comigo.

I’ll not accept your golden chest :: Eu não aceito sua caixa dourada
So I may have money to my request :: Enão poderei ter dinheiro para meu pedido**
And I’m not marry you, you, you :: E eu não caso com você, você, você
No, I’m not marry you. :: Não, eu não caso com você.

Well, I’ll give to you my hand and my heart :: Bem, eu te darei minha mão e meu coração
So we may marry and never part :: Então podemos casar e nunca nos separar
If you marry me, me, me :: Se você casar comigo, comigo, comigo
If you marry me. :: Se você casar comigo.

I will accept you hand and heart :: Eu vou aceitar sua mão e seu coração
That we may marry and never part :: E podemos casar e nunca nos separar
And I marry you, you, you :: E eu caso com você, você, você
Yes, I’m marry you. :: Sim, eu caso com você.
notas/observações:
* esta é uma canção folclórica tradicional dos Estados Unidos, cantada comumente por crianças e noivos. “Papel para Colocar Alfinetes” é a tradução mais próxima que eu, o JP e a Cassie chegamos. provavelmente, esta cantiga (¿pode ser chamada assim?) pode ter um título mais adequado, mas, como concluímos, esta é a tradução mais aproximada que pudemos chegar, devido ao nosso conhecimento das tradições culturais do país do hambúrguer, da bomba atômica e dos Red Hot Chili Peppers.
** estas partes são outras muito foda! no final, não conseguimos decidir se, nestes versos, ela dá a ele a tal caixa dourada para que ele venda e consiga o capital para casar com a moça ou algo parecido – ou não. estes são versos que, tal como o título, precisam do conhecimento da cultura estadunidense para serem desvendados!

:: WHEN YOU WISH UPON A STAR :: Quando Você Pede Para Uma Estrela ::
:: Ned Washington / Neigh Harline ::
When you wish upon a star :: Quando você pede para uma estrela
Makes no difference who you are :: Não faz diferença quem você é
Anything your heart desires :: Qualquer coisa que seu coração deseja
Will come to you :: Virá para você

If your heart is in your dream :: Se seu coração está no seu sonho
No request is too extreme :: Nenhum pedido é grande demais
When you wish upon a star :: Quando você pede para uma estrela
Like dreamers do :: Como os sonhadores fazem

Fate is kind O destino é doce
She brings to those in love Ele traz para aqueles que amam
The sweet fulfilment of O doce cumprimento de
The secret longing Seus segredos perdidos

Like a bold out the blue Como um ferrolho fora do azul
Fate steps in and pulls you through O destino caminha e encontra você
When you wish upon a star Quando você pede para uma estrela
Your dream comes true Seu sonho se torna realidade.

:: CLOSE THE DOOR LIGHTLY WHEN YOU GO :: Feche A Porta Levemente Quando Você Se For ::
:: Eric Andersen ::
Turn around, don’t whisper my name out Vire-se, não sussurre meu nome
For like a breeze, it’d stir a dying flame Como uma brisa, [it’d stir] uma chama morrendo
I’ll miss someone, if it eases to know Eu sentirei a falta de alguém, se te agrada saber
So close the door lightly when you go Então feche a porta levemente quando você se for
Who was the one that stole my mind? Quem foi aquele que roubou minha alma?
Who has the one that robbed my mine? Quem foi aquele que roubou minha mina?
Who was the one who made me feel unkind Quem foi aquele que me deixou insensível?
So face thee well, sweet love of mine. Então encare-se bem, meu doce amor.

Take your tears to someone else’s eyes Pegue suas lágrimas para os olhos de mais alguém
They’re made of glass Elas são feitas de vidro
And are cut like wounded lies E são afiadas como mentiras [wounded]
Memories are drifting like the snow Memórias estão caindo como a neve
But close the door lightly when you go Mas feche a porta levemente quando você se for.

Don’t look back to where you you once have been Não olhe para trás, para onde você esteve uma vez
Look straight ahead Olhe para a frente em linha reta
And find a light E encontre uma luz
When you’re walking through the rain Quando você estiver caminhando na chuva
If the part gets dark and cold Se o caminho ficar escuro e frio
But close the door lightly when you go Mas feche a porta levemente quando você se for





‘til the next!